0:00
0:00

Assista ao vivo

Gigante chinês do comércio eletrônico fatura equivalente ao PIB de Honduras em apenas 24h

  • Por Jovem Pan
  • 13/11/2017 07h05

Marcos Santos/USP Imagens

Para se ter uma ideia, as compras feitas pelos chineses no Dia dos Solteiros são duas vezes e meia maiores que o total da Black Friday e do Cyber Monday juntas

US$ 25,3 bilhões. Esse é o valor do faturamento do gigante chinês Alibaba.

O número pode não impressionar, mas a velocidade com que se chegou a esse volume de vendas com certeza impressiona: foram 24 horas.

A história é a seguinte: desde 2009 o e-commerce asiático realiza o Dia dos Solteiro, data em que são apresentadas promoções realmente agressivas e que alavancam as vendas.

Desde que foi criada, a data comercial, é a maior sensação do comércio online na China e a mais rentável do varejo online em todo o mundo.

Para se ter uma ideia, as compras feitas pelos chineses no Dia dos Solteiros são duas vezes e meia maiores que o total da Black Friday e do Cyber Monday juntas.

Essas duas datas são os pontos altos do varejo nos Estados Unidos, dias de promoções verdadeiramente atraentes.

Mas, voltado à edição deste ano: o volume de vendas foi 39% maior que no ano anterior. E a expectativa é que as transportadoras chinesas tenham de distribuir um bilhão e meio de encomendas nos próximos seis dias.

Aqui no Brasil o comércio eletrônico está se preparando para a Black Friday, data comercial importada dos Estados Unidos, que acontece no próximo dia 24.

São apresentados descontos especiais, mas ainda não conseguimos atingir a agressividade dos chineses na hora de derrubar os preços.

Em virtude disso, embora a data seja considerada prévia das vendas de Natal, ainda há muito espaço para crescimento da Black Friday no Brasil e também para o avanço do comércio eletrônico por aqui.

*Informações do repórter Carlos Aros