0:00
0:00

Governo adia reajuste de servidores federais para o ano que vem

  • Por Jovem Pan
  • 11/08/2017 06h02
Lula Marques/Lula MarquesSó no Executivo, a economia será de R$ 10 bilhões

Depois da presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, foi a vez de Michel Temer cancelar aumento salarial para servidores públicos. Tudo ficou para o ano que vem. Só no Executivo, a economia será de R$ 10 bilhões.

O Ministério do Planejamento ainda estuda saídas para evitar o chamado “crescimento vegetativo” da folha salarial. A proposta é limitar o salário a R$ 5 mil, logo depois do concurso. Depois, um crescimento já programado seria aplicado.

A proposta quer cortar também auxílio-moradia e cursos especiais. Os gastos com pagamentos de servidores só perdem para os gastos com aposentados e apresenta parte importante do orçamento geral.

*Informações do repórter José Maria Trindade