0:00
0:00

Governo ampliará medidas de apoio às crianças afetadas pelo zika

  • Por Jovem Pan
  • 13/09/2017 07h49
EFE/Percio CamposOs bebês que tiveram a microcefalia durante o auge da epidemia deverão ser reanalisados

O Ministério da Saúde afirmou que irá ampliar as medidas de apoio às crianças afetadas pelo zika vírus.

Os bebês que tiveram a microcefalia durante o auge da epidemia deverão ser reanalisados, para que os médicos saibam qual é a situação atual.

Ao todo, são 5,3 mil pacientes que deverão passar pela avaliação. A ideia do Governo é facilitar o acesso aos tratamentos.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, explicou que uma das principais estratégias será a ampliação do serviço de fisioterapia: “nós estamos autorizando kits de fisioterapia para 5 mil equipes do grupo de assistência à família e também estamos autorizando reanálise da situação de cada uma das crianças e check-up que os municípios têm que fazer”.

Segundo o ministro da Saúde, Ricardo Barros, os check-ups vão ajudar a esclarecer os casos que ainda são classificados como suspeitos.

O Governo ainda pretende distribuir kits para reforçar o desenvolvimento das crianças com microcefalia. Itens como colchonetes, bolas e brinquedos que estimulam o desenvolvimento deverão ser adquiridos.

O investimento total será de R$ 27 milhões.

*Informações do repórter Vitor Brown