0:00
0:00

IBGE revisa previsão da safra de grãos brasileira e registra recuo de 0,5%

  • Por Jovem Pan
  • 13/09/2017 09h03
EFEO trigo foi o que mais apresentou baixa, devido às condições climáticas desfavoráveis principalmente no Paraná e no Rio Grande do Sul

Estimativa da safra de grãos é revista e apresenta recuo de 0,5%, o que representa 1,2 milhão de toneladas a menos.

O trigo foi o que mais apresentou baixa, devido às condições climáticas desfavoráveis principalmente no Paraná e no Rio Grande do Sul.

No geral, milho e soja continuam com um bom desempenho, somando quase 214 milhões de toneladas.

Mesmo com a revisão, a safra de grãos deve terminar o ano com recorde de aproximadamente 240 milhões de toneladas.

O gerente de agricultura do IBGEm Carlos Alfredo Guedes, ressaltou os impactos da safra recorde na economia do país: “a divulgação do PIB na última semana com a parte da agricultura foi a que mais subiu. Além do aumento de exportações de soja e milho”.

Com exceção do trigo, o pesquisador afirmou que o clima foi o principal fator que acarretou a melhora na safra de grãos brasileira.

Se forem confirmadas as previsões do IBGE, o resultado de 2017 apresentará aumento de 30,4% em relação ao ano passado.

*Informações da repórter Nanny Cox