Samarco, Vale e BHP terão até 19 de janeiro para pagarem multa de R$ 1,2 bilhão por danos causados por rompimento de barragem em Mariana.

A Justiça aceitou o pedido feito pelas mineradoras na última segunda-feira (09) pedindo a ampliação do prazo pela segunda vez.

A pena se refere a uma ação proposta pela União, governos de Minas Gerais e Espírito Santo, Ibama e outros órgãos de proteção ambiental.

O primeiro prazo estipulado pela Justiça Federal tinha sido em 09 de dezembro do ano passado.

As empresas pediram um prazo adicional de 30 dias para efetuar o pagamento que se encerrou na última segunda-feira.

As mineradoras entraram então com uma nova solicitação de prorrogação do prazo de depósito para o dia 19.

O juiz Mário de Paula Franco Júnior da 12ª Vara Federal aceitou o pedido nesta quarta-feira (11). Na decisão, ele alegou que as partes e o Ministério Público Federal estão em tratativas para firmar um novo acordo.

*Informações do repórter Anderson Costa