0:00
0:00

Assista ao vivo

Maia: articulação do Governo com base deve ser mais intensa para aprovar reforma da Previdência

  • Por Jovem Pan
  • 13/11/2017 06h32

Lula Marques/AGPT

O presidente da Câmara disse que esse é o momento de esclarecer o assunto para que todos entendam as mudanças na proposta

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, liberou os deputados nesta semana, por conta do feriado da quarta-feira (15). Mas, o fato é que Brasília não vai parar, até porque é o momento decisivo para o Governo votar a Reforma da Previdência.

Os próximos dias serão marcados por uma intensa articulação entre o Palácio do Planalto, os líderes partidários e os parlamentares da base. O Governo quer explicar o novo texto que será apresentado na semana do dia 09, pelo relator, o deputado Arthur Maia.

O presidente da Câmara disse que esse é o momento de esclarecer o assunto para que todos entendam as mudanças na proposta: “as pessoas às vezes são contra a Previdência sem saber que o sistema previdenciário brasileiro tira dos mais pobres e entrega aos que ganham mais”.

O texto que será apresentado vai reunir alguns pontos considerados fundamentais pelo Governo para não inviabilizar a Previdência.

O relator, deputado Arthur Maia, disse que está disposto a alterar o texto para conseguir aprová-lo, mas afirmou que não abrirá mão da idade mínima, de 65 anos para homens e 63 anos para mulheres se aposentarem.

*Informações do repórter Arthur Scotti