0:00
0:00

Maioria dos venezuelanos que entram no Brasil por RR é de jovens com bom nível escolar

  • Por Jovem Pan
  • 13/09/2017 08h34
EFEUm em cada três tem curso superior completo ou pós-graduação e a maioria é do sexo masculino

A maioria dos venezuelanos que estão entrando no Brasil por Roraima é composta de jovens com bom nível escolar. A pesquisa divulgada pelo Ministério do Trabalho aponta que 72% dos imigrantes estão entre 20 e 39 anos.

Um em cada três tem curso superior completo ou pós-graduação e a maioria é do sexo masculino.

O estudo do Conselho Nacional de Imigração aponta ainda que mais da metade dos venezuelanos que estão trabalhando, recebem menos de um salário mínimo.

E a crise econômica e política no país é apontada como o principal motivo para emigrar.

A pesquisa foi feita com 650 venezuelanos em Roraima, e é a primeira vez que o perfil desses imigrantes é traçado no Brasil.

Para o presidente do Conselho Nacional de Imigração, Hugo Gallo, o estudo é fundamental para a política migratória no país: “com base nessas informações o Conselho Nacional de Imigração tem grupo de trabalho específico e vamos nos dedicar a analisar esses dados e ações a serem tomadas para diminuir o sofrimento que esses imigrantes vêm passando”.

A perspectiva é de que boa parte dos venezuelanos permaneça no País nos próximos anos. Apenas 25% dos entrevistados afirmaram que pretendem voltar à Venezuela. E a violência é apontada como principal empecilho para o regresso.

Ao todo, estima-se que mais de 16 mil venezuelanos migraram recentemente para o Brasil, sendo que mais de 8 mil atravessaram a fronteira apenas no ano de 2017.

*Informações da repórter Natacha Mazzaro