Municípios paulistas trabalham para aplicar vacinas contra a febre amarela

  • Por Jovem Pan
  • 12/01/2018 08h13

EFE

Começa nesta sexta-feira (12), em Ubatuba, no Litoral Norte de São Paulo, o treinamento com os agentes que vão aplicar a vacina

A vacina com dose fracionada de febre amarela vai ser disponibilizada em 52 municípios do Estado de São Paulo. O Ministério da Saúde espera imunizar 6,3 milhões de pessoas com ação.

Para cumprir essa meta, as prefeituras locais já estão trabalhando.

Começa nesta sexta-feira (12), em Ubatuba, no Litoral Norte de São Paulo, o treinamento com os agentes que vão aplicar a vacina.

De acordo com a Supervisora da Vigilância em Saúde do município, Patrícia Machado Sanches, 85 mil dos 90 mil habitantes receberão a dose: “a população toda vai ter disponível a vacina. Já temos moradores vacinados por conta de indicação e viagens, mas grande parcela ainda não está imunizada”.

Segundo ela, Ubatuba não tem nenhum foco de febre amarela confirmado em 2018.

Ainda no Vale do Paraíba, a cidade de São José dos Campos tem uma palavra de ordem: “prevenção”.

Cristina Alvarenga, coordenadora do programa de vacinação no município, detalhou como vai ocorrer o procedimento: “a gente não teve nenhum caso, então nesse momento nossa estratégia é de prevenção. A nossa estratégia é abrir 43 postos de vacinação. A gente angaria esforços e treina pessoas”.

A coordenadora afirmou ainda que os funcionários de São José dos Campos passarão por um treinamento especial, com orientações sobre: grupos de risco, eventos adversos e cuidados com o transporte da vacina.

A cidade de São Paulo é o município que vai receber o maior número de doses contra a febre amarela. O Governo do Estado estima que 2,5 milhões de moradores sejam imunizados só na capital paulista. A campanha será realizada de 3 a 24 de fevereiro.

*Informações do repórter Vinicius Custódio