0:00
0:00

Assista ao vivo

“Não temos greve, o que temos é baderna generalizada”, diz ministro da Justiça

  • Por Jovem Pan
  • 28/04/2017 09h54
Brasília - Novo ministro da Justiça e Segurança Pública, Osmar Serraglio, discursa na solenidade de transmissão de cargo no ministério (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilOsmar Serraglio - abr

O ministro da Justiça, Osmar Serraglio, em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, criticou as paralisações feitas em todo o País desde as primeiras horas da manhã desta sexta-feira (28).

“Não temos greve, o que temos é uma baderna generalizada. Não é uma greve nacional, porque o comércio funciona, as indústrias funcionam, os trabalhadores estão indo aos seus locais de trabalho”, disse.

Serraglio questionou o “contrassenso” na manifestação que é, teoricamente, a favor dos trabalhadores, mas que, ao mesmo tempo, atrapalha a ida destes aos seus trabalhos. “Estamos testemunhando piquetes, bloqueios, mas a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal e polícias estaduais estão sendo muito eficientes”, disse.

“Quando você cria dificuldades para pessoas se dirigirem aos trabalhos, que deliberação sobre greve é essa? É greve das centrais, não dos operários”, criticou o ministro.

Questionado se as autoridades policiais aumentaram efetivo para conter as manifestações, Osmar Serraglio negou: “não diria que houve isso. Houve vigilância, estratégia no sentido de que o País estivesse coberto para qualquer eventualidade”.

Confira a entrevista completa: