PF deflagra operação na Câmara e tem dois deputados como alvos

  • Por Jovem Pan
  • 13/12/2017 08h02
EFE/Joédson AlvesAs diligências foram solicitadas pela Procuradoria-Geral da República e foram autorizadas pelo Supremo Tribunal Federal

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (13) uma operação que tem como alvo dois deputados federais. A ação ocorre na Câmara dos Deputados, em gabinetes, e nas residências funcionais dos parlamentares em Brasília.

As diligências foram solicitadas pela Procuradoria-Geral da República e foram autorizadas pelo Supremo Tribunal Federal, já que os alvos possuem foro privilegiado.

Os dois deputados alvos – Dulce Miranda (PMDB-TO), esposa do governador do Tocantins, Marcelo de Carvalho Miranda (PMDB), e Carlos Gaguim (Pode-TO) – foram levados para prestar depoimento.

A ação desta quarta é um desdobramento de uma investigação iniciada no Tocantins. É a 6ª fase da Operação Ápia, iniciada em outubro do ano passado, que visa desarticular uma organização criminosa que atuou no Estado corrompendo servidores, agentes políticos, fraudando licitações públicas e execução de contratos administrativos celebrados para pavimentação de rodovias estaduais. Os valores superaram o montante de R$ 850 milhões.

Essa é mais uma operação considerada um desdobramento da Lava Jato, pois tem como base uma delação premiada homologada pela Justiça.