0:00
0:00

Assista ao vivo

Polícia investiga assassinato de promotor de eventos dentro do próprio apartamento em SP

  • Por Tiago Muniz/Jovem Pan
  • 13/11/2017 08h57

Reprodução/Facebook

Bonetti já trabalhou em um famoso escritório de advocacia

A Polícia Civil de São Paulo investiga a morte do promotor de eventos Luiz Felipe de Castro Mourão Bonetti, de 41 anos. O corpo do homem foi encontrado com ferimentos na cabeça na madrugada de sexta-feira dentro do apartamento em que ele morava na Vila Uberabinha, Zona Sul da capital paulista.

De acordo com a Secretaria Estadual da Segurança Pública (SSP-SP), o porteiro do prédio localizado na rua Pintassilgo relatou à polícia que Bonetti entrou no edifício acompanhado por um homem pouco depois da 0h de sexta. Por volta da 1h30, o acompanhante deixou o edifício e saiu em direção à rua Cotovia.

Pouco tempo depois, o zelador se dirigiu ao apartamento depois que vizinhos afirmaram terem ouvido barulho de dentro da residência. O funcionário encontrou o corpo de Bonetti no local, que estava todo revirado, com manchas de sangue espalhadas pela sala. A Polícia Militar foi chamada logo após.

O local foi periciado e o caso foi registrado como homicídio no 96º Distrito Policial de São Paulo (Cidade Monções). As investigações estão sendo conduzidas pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

  • Tags: