0:00
0:00

Presidente do BNDES: citados em delação não fazem parte da “carreira” do banco

  • Por Jovem Pan
  • 18/04/2017 19h26

A presidente do BNDESElza Fiuza/Agência BrasilABR A presidente do BNDES

Na semana passada, houve a confirmação de suspeitas de muito tempo de favorecimento de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) nos últimos governos. Interesses políticos, desvios de verbas, como por exemplo os que envolveram os investimentos em Angola ou a construção do porto em Cuba, citados pela Odebrecht.

Com isso, o BNDES instaurou uma comissão de apuração interna para tentar verificar esses fatos que constam nas petições de investigação. De acordo com a presidente do BNDES, Maria Silvia Bastos Marques, é a primeira vez que se tem uma situação concreta de alguém relacionado à instituição envolvido na operação Lava Jato. Mas ressaltou que eles não fazem parte da “carreira” do banco.

“Na verdade, não há, nesses três anos de operação Lava Jato, nenhuma citação a um empregado do BNDES. uma pessoa daqui, de carreira, que trabalha no banco. E assim continua. Essas citações a nomes de pessoas, que são do senhor Luis Eduardo Melin de Carvalho Silva e o senhor Álvaro Luis Vereda, que eles constam em duas petições do STF”, disse.

“O senhor Melin foi diretor de exportações do banco em duas ocasiões. E esse senhor Álvaro Luis Vereda foi assessor da presidência do BNDES. Então eles ocuparam cargos de confiança, eles não fazem parte da carreira do banco, e como o banco foi citado objetivamente com nomes de pessoas, cabe a nós fazer essa comissão de apuração interna”, completou a presidente.

Maria Silvia falou ainda sobre a mudança na concessão de recursos durante a sua gestão e a cobrança do empresariado por uma participação maior do BNDES na economia, que estaria sendo muito mais restritivo do que no passado. Segundo a presidente, isso não é verdade.

“Eu não diria que o BNDES está muito mais restritivo. Eu acho que se criou um pouco essa imagem e isso não é verdade”, afirmou a presidente do BNDES.

Confira na entrevista completa de Denise Campos de Toledo essas e outras explicações e respostas de Maria Silvia Bastos Marques: