Temer pede apoio a Maia para aprovar projetos de interesse do Governo

  • Por Jovem Pan
  • 16/04/2018 06h27
Marcelo Camargo/Agência BrasilOuviu que ainda não há consenso, que as dificuldades ainda são muitas não só por parte da oposição, mas também dos próprios aliados

Para tentar garantir apoio e aprovar os projetos que tratam da reoneração e da privatização da Eletrobras, o presidente Michel Temer chamou o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, ao Palácio do Jaburu. Ouviu que ainda não há consenso, que as dificuldades ainda são muitas não só por parte da oposição, mas também dos próprios aliados.

O Governo queria ter publicado na semana passada decreto para agilizar a privatização da Eletrobras. Mas o ministro da secretaria de Governo, Carlos Marun, ouviu de parlamentares aliados que não tinha clima dentro do Congresso para discutir o assunto, ainda mais porque a ideia era incluir a Eletrobras no plano nacional de desestatização o que já foi criticado inclusive por Rodrigo Maia.

O novo ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, no entanto, mantém o tom otimista e sinalizou que ainda no primeiro semestre a ideia é encaminhar ao Congresso proposta de simplificação tributária.

O ministro da secretaria de Governo, Carlos Marun, garantiu que o período eleitoral não vai interferir nas negociações: “não subestimem o senso de responsabilidade dos senhores e senhoras parlamentares. Evidente que se trata de ano eleitoral, mas temos certeza de que a reoneração será aproada nos próximos 30 a 60 dias”. O otimismo no entanto, não é compartilhado por toda área política.

*Informações da repórter Luciana Verdolin