Troca-troca partidário: Justiça eleitoral terá tempo curto para validar candidaturas

  • Por Jovem Pan
  • 14/02/2018 07h28
Nelson Jr./ ASICS/ TSEO advogado Alberto Rollo avaliou que a justiça eleitoral terá tempo exíguo para a validação das candidaturas e o troca-troca de partido está autorizado

O advogado Alberto Rollo avaliou que a justiça eleitoral terá tempo exíguo para a validação das candidaturas e o troca-troca de partido está autorizado.

“Na lei, que foi alterada recentemente, exigia a filiação partidária um ano antes. Se estivesse vigente a lei sem alteração, todas as mudanças de partido teriam sido resolvidas até outubro de 2017, mas aí o Congresso foi lá e diminuiu para seis meses”, explicou.

Em abril, os ocupantes de mandato, prefeitos e governadores, devem deixar seus cargos para poder concorrer às eleições de 2018.

É o caso de São Paulo, o governador Geraldo Alckmin disputará a Presidência e o prefeito João Doria se movimenta para concorrer ao Palácio dos Bandeirantes.

*Informações do repórter Marcelo Mattos