Candidato do PT ao governo do Paraná é alvo de bomba

  • Por Jovem Pan
  • 14/09/2018 08h07
Reprodução/RPC"É impossível fazer uma campanha eleitoral com esse tipo de coisa", disse Dr. Rosinha

O candidato ao governo do Paraná pelo PT, Dr. Rosinha, foi alvo de um ataque a bomba enquanto fazia campanha no centro de Curitiba, no final da tarde desta quinta-feira, 13. Um vídeo divulgado pelo partido mostra o momento em que a bomba explodiu a poucos metros de Rosinha, que estava acompanhado de outros membros do partido. Ele não ficou ferido.

Nas imagens, é possível ver o candidato dar um depoimento em que afirma que “um sujeito jogou uma bomba caseira contra o grupo”. “A responsabilidade disso é do ódio que estão construindo no País. É impossível fazer uma campanha eleitoral com esse tipo de coisa. Sou contra qualquer tipo de violência, seja contra candidatos de direita, como ocorreu, ou qualquer outro. É triste isso”, declarou no vídeo.

Este não é o primeiro ato de violência contra petistas no Paraná em campanha para as eleições de 2018. Na segunda-feira, 10, durante ato de campanha do partido no final da tarde também no centro da capital, Jessica Teodoro da Silva, que trabalha panfletando para a sigla desde o início do mês, foi atingida por supostos resquício de rojão. Segundo Jessica, o suspeito de soltar o artifício fugiu. O PT informou que registraria Boletim de Ocorrência sobre a ação.

Na noite de domingo, 9, o advogado Renato Freitas, candidato à deputado estadual pelo PT, foi atingido por balas de borracha da Guarda Municipal (GM) de Curitiba enquanto panfletava numa praça no centro. Os tiros o atingiram na mão esquerda, na barriga e nas costas. Ele também quebrou um dos dedos da mão direita em consequência dos estilhaços das balas.

Renato foi hospitalizado, prestou depoimento na Central de Flagrantes de Curitiba e liberado no mesmo dia. Segundo o candidato expôs em um vídeo no Facebook, ele foi abordado pelos guardas enquanto fazia campanha e, questionado, revidou dizendo que tinha direito de estar ali. Logo na sequência, um dos guardas teria disparado contra ele sem explicações.

Hoje mais cedo o Dr. Rosinha sofreu uma tentativa de agressão na Rua XV, no Centro de Curitiba. Uma pessoa desconhecida jogou uma bomba no candidato e nos demais integrantes da equipe da campanha que o acompanhavam e, por sorte, o explosivo não atingiu ninguém.

Publicado por Dr. Rosinha em Quinta-feira, 13 de setembro de 2018

*Com Estadão Conteúdo