Após desistência de Huck, PPS aprova “indicativo de apoio” a Alckmin

  • Por Estadão Conteúdo
  • 26/03/2018 21h50
Johnny Drum/Jovem PanCandidato à Presidência da República pelo PSDB, Alckmin deve ganhar o apoio de mais um partido

Depois de abrir um palanque para o apresentador Luciano Huck disputar o Palácio do Planalto, o PPS aprovou no seu congresso realizado no último domingo (25) em São Paulo um “indicativo de apoio” ao governador Geraldo Alckmin, pré-candidato do PSDB à Presidência da República.

O apoio só deve ser formalizado em julho, na convenção da legenda, mas o gesto reforça o arco de alianças do tucano, que também já recebeu promessas de apoio do PSD e do PTB.

O senador Cristovam Buarque (DF), que se apresentava como pré-candidato, abriu mão da disputa e abriu caminho para a composição. O governador paulista é até agora o pré-candidato com mais apoios na disputa presidencial. O tucano também está próximo de fechar com o PV.