PF pede mais 15 dias para concluir investigação de ataque a Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 20/09/2018 17h26
Divulgação/Assessoria de Comunicação Organizacional do 2° BPMAdélio Bispo, preso e indiciado por esfaquear o candidato durante campanha em MG

A Polícia Federal quer mais 15 dias para tentar encerrar as investigações do ataque à faca contra o candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL). O pedido foi enviado nesta quinta-feira (20) à 3ª Vara Federal de Juiz de Fora, em Minas Gerais, onde ocorreu o crime.

A corporação pretende, além de confirmar a autoria do ataque por parte de Adélio Bispo de Oliveira, descobrir as motivações do agressor e saber se houve ou não participação de outras pessoas. A Justiça Federal de MG ainda não respondeu à solicitação.

“A PF concluiu cinco laudos periciais, outros quatro exames seguem em andamento. Além disso, foram pleiteadas e obtidas junto ao Poder Judiciário várias medidas cautelares, como quebra de sigilo bancário, telefônico e telemático”, informou a Polícia Federal.

Adélio está detido em um presídio federal em Campo Grande. Bolsonaro segue se recuperando no hospital Albert Einstein em São Paulo.

*Com informações da Agência Brasil