Ellen Page diz que personagem em “Freeheld” a fez sair do armário

  • Por Jovem Pan
  • 03/09/2015 16h31
Atriz ao lado de Julianne Moore em cena de “Freeheld”

Baseado em uma história real, “Freeheld” está chegando aos cinemas e traz a tona uma discussão dramática sobre sexualidade. Com direção de Peter Sollet e adaptação do roteiro por Ron Nyswaner, o longa tem sido aguardado com muita expectativa pelos críticos de cinema.

O enredo, inspirado no documentário de mesmo nome, conta a história de uma detetive, Laurel Hester (Julianne Moore) que, ao ser diagnosticada com câncer, passa a brigar na justiça para conseguir transferir os benefícios de sua pensão para a namorada, a mecânica Stacie (Ellen Page).

A história é tão comovente que fez com que Ellen Page tomasse coragem para vir a público assumir sua sexualidade no ano passado.

“Eu me lembro de pensar: ‘Ellen, como, em nome de Deus você fará esse filme e não se assumirá? Cara, conta logo para as pessoas que você é gay. Se toca e vai ajudar aqueles que não são tão privilegiados como você. Então, o filme me fez assumir”, disse ela em entrevista à revista “Out”.

Julianne Moore também conversou com a publicação e revelou ter conversado muito com a colega e que isso a fez entender melhor o universo LGBT.

“Eu não sabia o quão doloroso era uma pessoa ficar no armário. Tenho a vantagem de ser alguém que nunca precisou esconder sua sexualidade, então fazia um monte de perguntas à Page – perguntas francas – sobre como ela se sentia. Ela disse que se sentia desconfortável apenas por usar vestidos e isso realmente abriu os meus olhos. Ela era tão autoprotetora e isso me tocou muito, definitivamente me fez ficar mais sensível às nuances do nosso filme”, contou.

No elenco estão ainda Steve Carell, Michael Shannon, Luke Grimes e Josh Charles. A estreia será no início de outubro nos cinemas americanos, mas ainda segue sem previsão aqui no Brasil.

Confira aqui o trailer em inglês: