Atriz que fez a Bruxa do 71 em ‘Chaves’ pegou em armas contra a ditadura na Espanha

  • Por Jovem Pan
  • 03/04/2019 14h59
ReproduçãoAngelines Fernandéz, a Bruxa do 71 de "Chaves", foi uma guerrilheira na Espanha

A atriz María de los Ángeles Fernández Abad, conhecida por ter interpretado a Dona Clotilde em “Chaves“, participou da luta armada contra a ditadura de Francisco Franco na Espanha, entre 1936 e 1975. A história foi relembrada em um artigo da revista espanhola Semana.

Nascida na Espanha, Fernández se exilou no México durante a ditadura e lá participou de “Chaves”, entre 1972 e 1980. A atriz tinha 25 anos na época em que fugiu de seu país natal. Ela estava sendo perseguida pela ditadura franquista por ter participado da luta armada ao lado de grupos trabalhistas, sindicalistas, feministas, republicanos e democráticos.

A atriz nunca falou muito sobre seu passado na Espanha e não comentava a luta armada. No México, ela preferiu trabalhar com comédia ao lado de Roberto Gómez Bolaños. Outro grande amigo de Fernández no país latino foi Mario Moreno, o lendário Cantinflas.

Angelines Fernández, como ficou conhecida no México, morreu em 1994, vítima de um câncer causado por seu vício em cigarro. Ela nunca voltou à Espanha.