Halsey critica Victoria’s Secret por falta de representatividade LGBTQ+

  • Por Jovem Pan
  • 03/12/2018 09h38
Reprodução/FacebookHalsey foi uma das atrações do desfila da VIctoria's Secret

Halsey não ficou nada satisfeita com a organização do clássico desfile da Vitoria’s Secret e usou seu Instagram para criticar a marca pela falta de representatividade LGBTQ+.  A cantora foi uma das artistas a se apresentar na passarela e a transmissão aconteceu neste domingo (2).

As gravações foram realizadas há um mês e, semanas depois da filmagem, Ed Razek (chefe da Victoria’s Secret) criticou a inclusão de modelos transgênero durante a performance. “Se deveria ter transexuais no show? Não, não, acho que não devemos. Bem, por que não? Porque o show é uma fantasia. É um especial de entretenimento de 42 minutos. Isso é o que é”, disse Razek em entrevista à Vogue.

A voz do hit “Without Me”, então, saiu em defesa da comunidade LGBTQ+ e usou o momento para fortalecer o trabalho da ONG GLSEN, que proporciona proteção ao grupo. “Se você está na minha página porque assistiu a minha apresentação hoje à noite, permita-me direcionar sua atenção para a GLSEN: uma organização que oferece serviços voltados à proteção de jovens LGBTQ +”, escreveu.

“Se você é uma pessoa trans e está lendo isso, e esses comentários fizeram você se sentir alienado ou descreditado, por favor, saiba que você tem aliados. Estamos solidários e a aceitação total é a única ‘fantasia’ que eu apoio…”, completou Halsey.

Além de Halsey, Shawn Mendes, Bebe Rexha e The Chainsmokers também participaram da performance. 

View this post on Instagram

‪💕🦋💕 @GLSEN – glsen.org‬

A post shared by halsey (@iamhalsey) on