Produtor Harvey Weinstein se entrega em Nova York

  • Por Jovem Pan com Agência EFE
  • 25/05/2018 09h20
EFEO produtor norte-americano cometeu dezenas de abusos sexuais nas última décadas

Harvey Weinstein se entregou na manhã desta sexta-feira (25) em Nova York, por conta das diversas denúncias de abuso sexual que recebeu desde o ano passado e que desencadeou uma enorme crise moral na indústria cinematográfica dos Estados Unidos.

Weinstein chegou às 7h27 local (8h27, em Brasília) à delegacia número 1 do Departamento de Polícia de Nova York (NYPD), acompanhado de seus advogados.

Uma vez terminado o procedimento policial, está previsto que, já sob detenção, seja levado perante um juiz, a fim de conhecer as cargos contra si, e o mais provável é que fique livre mediante o pagamento de uma fiança.

Assim asseguram fontes judiciais consultadas por veículos de imprensa locais, que apontaram para possibilidade de que nas próximas horas Weinstein fique livre ao pagar uma Fiança de entre US$ 1 milhão e US$ 2 milhões.

O caso é tratado pela Promotoria do distrito de Manhattan, a cargo de Cyrus Vance.

A prisão, caso seja concretizada, será por conta do caso envolvendo a aspirante a atriz Lucia Evans. Ela alega ter sido forçada por Weinstein e fazer sexo oral nele. O caso aconteceu em Nova York em 2004.

De acordo com o The Hollywood Reporter, Weinstein conseguiu  fechar acordos judiciais em pelo menos oito outros casos de assédio ou abuso sexual que recebeu.

As acusações contra Harvey Weinstein começaram no ano passado. O produtor foi denunciado por mais de 100 mulheres, envolvendo nomes como Ashley JuddUma ThurmanGwyneth Paltrow e Angelina Jolie.