Scarlett Johansson sobre ‘politicamente correto’: ‘Posso interpretar qualquer pessoa, árvore ou animal’

  • Por Jovem Pan
  • 14/07/2019 10h20
ReproduçãoScarlett Johansson fez declarações fortes para a revista As If

Em entrevista para a revista As If, Scarlett Johansson defendeu que tem o direito de interpretar personagens diferentes. A fala veio após série de polêmicas em seus recentes papeis – ela foi escalada para personagens trans e originalmente asiáticas.

A atriz reforçou que pode interpretar quem ela quiser, apesar das críticas. Sobre as controvérsias, ela analisou que se trata do “politicamente correto refletido nas artes”.

“Sabe, como uma atriz, eu deveria poder interpretar qualquer pessoa, árvore ou animal porque esse é o meu trabalho e os pré-requisitos do meu trabalho”, afirmou à publicação.

Ela descreve o movimento de críticas somo “uma modinha”: “Eu acho que é uma tendência no meu ramo de negócios e precisa acontecer por várias razões sociais. Porém, há vezes em que isso se torna desconfortável, já que afeta as artes. Eu acho que a arte tem de ser livre de restrições”.

As críticas à Johansson começaram em 2017, quando ela foi a Major Motoko Kusanagi na adaptação live-action do mangá “A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell”, apesar de ter sido escrito para alguém asiática. Em 2018, novamente ela se viu sob holofotes, já que havia sido escalada para ser uma transgênero, no filme “Rub & Grub”.