José Padilha diz à revista que mudou para o exterior após ser ameaçado de morte

  • Por Jovem Pan
  • 18/07/2015 13h29
josé padilha para a trip

Morando nos Estados Unidos desde o lançamento do filme “Tropa de Elite 2 – O Inimigo Agora é Outro” (2010), o cineasta José Padilha contou para a revista Trip que se mudou para o exterior após ser ameaçado por homens armados que tentaram invadir sua produtora no Rio de Janeiro.

O diretor também contou que foi processado por 17 policiais militares após o lançamento do longa-metragem que mostra problemas de corrupção dentro da política e forças armadas brasileiras, sobretudo no  Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). “A gente foi processado por vários policiais por causa do ‘Tropa de Elite 2’ e a gente ganhou todos as ações e os caras tiveram que pagar os custos advocatícios”, falou para a reportagem da Trip.

Em vídeo divulgado pela publicação, Padilha criticou ainda Fernando Henrique Cardoso e Luís Inácio Lula da Silva por não terem feito nada em relação a Segurança Pública.

“Antes de ocupar a favela, você tem que ocupar o batalhão da polícia”, falou sobre as Unidades de Polícia Pacificadoras (UPP) para a reportagem da Trip.

Além dos filmes Tropa de Elite, o carioca também é o responsável por “RoboCop” (2014) e “Ônibus 174” (2002).

Confira a entrevista realizada pela revista: