Famosos lamentam a morte de Marcelo Yuka nas redes sociais

Na noite desta sexta-feira (18) o mundo da música recebeu a triste notícia da morte de Marcelo Yuka. O ex-baterista, que faleceu aos 53 anos, foi um dos fundadores do grupo O Rappa, em 1993.

  • Por Jovem Pan
  • 19/01/2019 11h41
Reprodução/ TwitterMarcelo Yuka faleceu aos 53 anos

Na noite desta sexta-feira (18) o mundo da música recebeu a triste notícia da morte de Marcelo Yuka. O ex-baterista, que faleceu aos 53 anos, foi um dos fundadores do grupo O Rappa, em 1993.

Yuka foi responsável pela composição de clássicos como “Minha alma”, “O que sobrou do céu” e “Pescador de ilusões”. O músico, que sempre se mostrou um ativista contra a desigualdade social, o racismo e a violência, se tornou grande inspiração para aqueles que estão na mesma caminhada. Para o cantor Emicida, Marcelo era um “soldado da música” e agora se “mescla ao universo” para ajudar os que querem “guerrear em nome de um futuro melhor”.

Além de Emicida, políticos e outros grandes nomes da música usaram as redes sociais para homenagear o ex-baterista, que deixou um enorme legado para a cultura brasileira.

Confira a repercussão:

Marisa Monte

“Marcelo Yuka emprestava o seu olhar para nos explicar a realidade como poucos.”

Black Alien

“Sentiremos eternamente sua falta.”

Emicida

“Descansa em paz, soldado da música.”

BNEGÃO

“E em cada pessoa que estiver em ação física, mental, ou espiritualmente, em favor do COLETIVO, sua presença se fará sentir, se fará presente.”

Fernando Badaui

“Sua obra será eterna e contará sua linda história!”

Maria Rita

“Que a obra dele siga tocando as almas pra todo o sempre.”

Chico Alencar

“Sua curta existência entre nós é o preço das batalhas que você travou.”

Tico Santa Cruz

“Valeu Yuca! Você foi um dos caras que me influenciou a expor meus pensamentos sem ser omisso.”

Buchecha

“Descanse em paz Marcelo Yuka.”

Andreas Kisser

“A música perde lucidez, visão e originalidade.”

Carlos Latuff

“Eu e seus amigos prometemos seguir na luta. Por você. Por todos.”