Nicki Minaj acredita que streaming devia contar como vendas nos rankings

  • Por Jovem Pan
  • 17/12/2015 20h40
Reprodução/Youtube<p>“A indústria musical realmente não parece construída para recompensar nossa cultura", diz Nicki Minaj</p>

Nesta quinta-feira (17), Nicki Minaj decidiu desabafar pelo Twitter sobre suas vendas do álbum “The Pinkprint”. Lançado já há um ano, ele não bateu a marca de um milhão de cópias vendidas, o que, segundo a rapper, deveria ser um dado relativo.

“Só no Spotify, as vendas desse álbum foram 1,4 milhão mundialmente. O fato de que nossa música é dada de graça nos faz mentir quando tomamos créditos por nossas vendas reais? Triste. A Universal está feliz”, escreveu Nicki Minaj.

De vendas consolidadas, o álbum rendeu 683.336 cópias nos Estados Unidos, mas Nicki acedita que o número a ser levado em conta é 2,3 milhões: somando os streamings das faixas avulsas e do álbum completo. Fazendo a conta de todos os streamings mais vendas, a rapper americana teria um total de 3,3 milhões e ela quer seus certificados de platina.

“Alguns artistas removeram seu trabalho do Spotify e outros serviços dessa natureza, mas para nós que não fizemos isso, temos que ter paciência pela justiça na nossa indústria, e ela parece finalmente estar chegando”, continuou Nicki. Uma das artistas que fez isso foi Taylor Swift, que causou o maior bafafá na época.

“A indústria musical realmente não parece construída para recompensar nossa cultura com vendas e reconhecimentos que merecemos, mas estou feliz que algumas pessoas maravilhosas estão lutando por nós”, disse ainda a rapper.