“Pode falar de mulher grávida, mas não da audiência?”, diz Danilo Gentili sobre Rafinha Bastos

  • Por Jovem Pan
  • 02/12/2015 14h20

Humorista participou do programa Pânico nesta quarta-feira (2)

“Falar de mulher grávida pode

Conhecido por suas opiniões fortes e polêmicas trazidas ao longo dos anos, Danilo Gentili é figurinha sempre lembrada quando se fala em humor ou em stand-up.

“Já foi para o ar coisas que eu depois pensei ‘talvez fosse melhor não ter falado isso’, pela acidez do conteúdo mesmo”, contou em entrevista ao Pânico nesta quarta-feira (2).

Atualmente no SBT, com o “The Noite”, ele ressaltou a liberdade que tem na emissora e brincou: “Vou no programa do Silvio e fico meio travado, tímido. Primeiro porque eu sou fã e segundo porque ele é o chefe da coisa toda e eu tenho meio medo de chefe”.

Mesmo em veículos considerados mais tradicionais e até conservadores, Gentili acredita que nomes como Marcelo Adnet, na Globo, e Fábio Porchat, cotado na Record, podem sim conseguir fazer bons trabalhos.

“Sempre tem uma saída, com criatividade é possível. Difícil é, mas dá para fazer. Eu acho que vai ser engraçado de verdade, porque está se formando algo que nós vemos na grade de talks show dos Estados Unidos”, contou.

Um dos auges de sua carreira foi em 2008, quando ele dividia a bancada do CQC, na Band, com Rafinha Bastos, hoje seu desafeto e com quem vive trocando farpas.

“Eu não sou inimigo dele. Você tá falando de um cara que fala que vai comer a menina e o bebê, aí chora porque fizeram piada com ele?! Piada é piada, é assim que o humorista tem que fazer. A gente faz humor e tem que fazer com todo mundo. Você quer fazer com mulher grávida, mas não pode fazer com a sua audiência? Humorista vive de zuar os outros, no fim das contas estou fazendo o meu trabalho”.

Com diversos compromissos, ele acabou se afastando dos espetáculos de stand-up, mas garante: “Tenho muita saudade, é o que eu mais gosto, mas não tenho mais tempo para escrever piada. É a minha raiz, se eu for fazer uma coisa direito, vai ser isso”, completou.

Lançamento

Ainda nesta quarta-feira (2), ele irá lançar uma série de ilustrações reunidas no livro “Droodles”, na Livraria Saraiva, no Shopping Eldorado em São Paulo,

“São desenhos com poucos traços, tipo um enigma, que eu faço durante o programa. Estou lançado agora porque parece ser um bom presente para decepcionar as pessoas no Natal”, brincou.

Mas esta não é a primeira publicação do humorista que também já escreveu outros três títulos, um deles, “Como se tornar o pior aluno da escola”, inclusive, deve virar filme já no próximo ano, com direção de Fabrício Bittar.