“A Menina Que Matou os Pais”: história de Suzane Von Richthofen vai virar filme

  • Por Jovem Pan
  • 18/07/2018 13h35
ReproduçãoProdução da Vitrine Filmes tem previsão de estreia para 2019

O crime e o julgamento de Suzane Von Richthofen e Daniel Cravinhos serão transformados em filme chamado “A Menina Que Matou os Pais”. A Vitrine Filmes, responsável pela produção, já selecionou o diretor e pretende começar as filmagens ainda neste ano para que o longa seja lançado em 2019.

Um dos casos policiais mais lembrados do Brasil, Richthofen foi responsável pela morte dos pais, Manfred e Marísia, com a ajuda do namorado em outubro de 2002. Ela foi condenada a 39 anos de prisão por ter sido considerada mentora do crime.

O diretor Mauricio Eça (de “Apneia” e “Carrossel”) será responsável pelo filme, que afirma ser um “thriller psicológico de suspense” abordando “detalhes e discussões nunca antes debatidos sobre o caso”.

O roteiro é assinado pela criminóloga Ilana Casoy, que reconstituiu o assassinato no livro “O Quinto Mandamento”, e o escritor de literatura policial Raphael Montes. A pesquisa para reconstrução dos acontecimentos durou 6 meses.