Denúncias contra Harvey Weinstein vencem prêmio Pulitzer

  • Por Jovem Pan
  • 16/04/2018 17h49
EFE/ Paul BuckReportagens foram reconhecidas com o prêmio de excelência na imprensa

O jornal “New York Times” e a revista “New Yorker” dividiram o prêmio Pulitzer de serviço público pela investigação e denúncia dos primeiros casos de assédio sexual contra o produtor de Hollywood Harvey Weinstein.

As reportagens de ambos os veículos foram exaltadas pelo “jornalismo explosivo e impactante que expôs predadores poderosos, incluindo as alegações contra um dos produtores mais influentes de Hollywood, fazendo-os prestar contas por silenciar suas vítimas, brutalidade e coerção”.

Tanto o “NY Times” quanto o “New Yorker” trouxeram relatos de mulheres e descreveram como Weinstein usou sua influência para assediar e sair impune. As reportagens foram responsáveis por derrubar o produtor e ainda despertaram uma série de movimentos de mulheres na indústria, como o Time’s Up.

Na premiação do Pulitzer deste ano, o “The Washington Post” e o “New York Times” também dividiram o prêmio de reportagem nacional sobre a influência da Rússia na eleição presidencial americana de 2016.