Diretor de fotografia morre durante filmagem ao ser atacado por girafa

  • Por Jovem Pan
  • 06/05/2018 15h08
Reprodução/Facebook/DeadlineProfissional esteve na equipe de diversas produções de sucesso, incluindo filmes das franquias 007 e Star Wars

Uma tragédia marcou o universo cinematográfico nesta semana. Carlos Carvalho, premiado diretor de fotografia moçambicano, morreu ao ser atacado por uma girafa enquanto filmava cenas de um longa-metragem em uma fazenda na África do Sul. O acidente aconteceu na quarta-feira (2), mas só foi divulgado no fim de semana.

De acordo com informações do Deadline, o profissional registrava imagens da girafa Gerald no Glen Afric Country Lodge, fazenda de caça localizada em Broederstroom, a 64 quilômetros de Joanesburgo, quando ela começou a ficar incomodada e o atacou com uma “pescoçada” brusca. Ele foi arremessado para o alto, a cerca de cinco metros de altura, segundo testemunhas, e caiu com força no chão.

Rapidamente, uma equipe o levou até o hospital mais próximo, mas ele não resistiu. Em entrevista ao The Sun, um porta-voz da fazenda alegou que Carlos ignorou as instruções de segurança. “Ele não foi autorizado a filmar. Partiu por conta própria”, disse. Já uma fonte próxima a ele contou que o ataque não poderia ser previsto. “Veio do nada e Carlos nem viu acontecer. Ele não estava ciente do perigo”.

No catálogo do IMDB, Carlos Carvalho aparece nos créditos de diversas produções de sucesso como operador ou assistente de câmera. Está, por exemplo, em alguns filmes da franquia Star Wars (O Despertar da Força e Episódios II e III), Blade II – O Caçador de Vampiros, A Fantástica Fábrica de Chocolate, Alice no País das Maravilhas, Harry Potter e o Enigma do Príncipe e 007 Contra Spectre.