Diretor quer que ‘Marighella’ estreie no Dia da Consciência Negra em cinemas brasileiros

  • 11/06/2019 13h01
Reprodução/InstagramKleber Mendonça Filho anunciou vontade, mas distribuidora ainda não confirmou data de estreia

O filme “Marighella“, dirigido por Wagner Moura, pode estrear no Brasil no Dia da Consciência Negra, 20 de novembro. A informação foi divulgada pelo cineasta Kleber Mendonça Filho, que assistiu ao longa no Festival de Cinema de Sydney, na Austrália, no domingo (9).

“Multidão, com forte presença de brasileiros, no Festival de Cinema de Sydney, para ouvir Wagner Moura depois de sessão lotada (duas mil pessoas) de Marighella. Moura informou que o filme estreia em 20 de novembro no Brasil, via Paris Filmes. Público brasileiro precisa ver o mais rápido possível”, escreveu o diretor.

Apesar da informação, a Paris Filmes ainda não divulgou oficialmente a data de estreia do longa, que conta com Seu Jorge, Adriana Esteves, Bruno Gagliasso e Humberto Carrão no elenco.

O filme narra a história do guerrilheiro Carlos Marighella, que lutou contra a ditadura militar no Brasil entre 1964 e 1985. Em entrevista ao The Daily Telegraph, Wagner Moura disse que está com receio de voltar ao Brasil por causa da repercussão polêmica do filme.

“Eu estava preparado para o filme polarizar as pessoas e para as críticas, mas não estava preparado para nossos distribuidores não terem coragem de lançar o filme”, afirmou.

No site oficial do Festival de Cinema de Sydney, existe uma descrição do filme. “Após sua estreia na Berlinale, ‘Marighella’ foi duramente criticado no Brasil – inclusive pelo presidente Jair Bolsonaro – apesar do filme não ter sido lançado lá”, diz o texto.

“Marighella” já passou por alguns festivais pelo mundo, como o de Berlim, na Alemanha.

*Com Estadão Conteúdo