‘Eu me senti mal por J. K.’, diz Depp sobre pedido de fãs para retirá-lo do elenco

  • Por Jovem Pan
  • 11/10/2018 19h24
ReproduçãoAstro diz que autora "sabe que ele foi falsamente acusado"

Em entrevista a Entertainment Weekly, Johnny Depp quebrou o silêncio e falou pela primeira vez sobre a polêmica em torno da escolha de seu papel na franquia “Animais Fantásticos”, derivada do universo “Harry Potter”. Após as acusações de agressão contra o ator, os fãs da saga, além de pedirem o boicote do filme, começaram a pedir a exclusão dele do elenco. A autora J. K. Rowling na época defendeu a escalação.

“Eu serei honesto com você, me senti mal por J.K. ter que preencher todos esses sentimentos das pessoas que estão por aí. Eu me senti mal por ela ter que aceitar isso”, admitiu o ator. “J.K. viu as provas e, portanto, sabe que eu fui falsamente acusado, e é por isso que ela me apoiou publicamente. Ela não deixa essas coisas passarem de forma leviana. Ela não se pronunciaria se não soubesse a verdade”, concluiu.

J. K. Rowling, na época, escreveu em seu website um comunicado oficial falando sobre a permanência de Johnny Depp no papel de Grindelwald: “Para mim pessoalmente, a incapacidade de falar abertamente aos fãs sobre essa questão tem sido difícil, frustrante e às vezes dolorosa. No entanto, os acordos que foram implementados para proteger a privacidade de duas pessoas, ambos que expressaram o desejo de continuar suas vidas, devem ser respeitados. Baseado na nossa compreensão das circunstâncias, os cineastas e eu não estamos apenas satisfeitos com o nosso elenco original, mas genuinamente felizes por ter Johnny interpretando um personagem principal nos filmes”.

Amber Heard, ex-mulher de Depp, criticou Rowling, afirmando que ela usou uma frase do comunicado conjunto de Depp e Heard fora de contexto.

Na entrevista, o ator ainda afirma que está processando o jornal “The Sun” por reproduzirem noticias falsas contra ele.

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald, tem estreia prevista para 15 de novembro.