Festival de Sundance vai exibir documentário que acusa Michael Jackson de abuso sexual

  • Por Jovem Pan
  • 10/01/2019 08h28
ReproduçãoMichael Jackson morreu em 25 de junho de 2006, após overdose acidental de medicamento para dormir

Um documentário sobre a vida de dois garotos que acusam Michael Jackson de abuso sexual será exibido no festival de cinema de Sundance. Ele acontecerá em Utah, nos Estados Unidos, do dia 24 de janeiro a 4 de fevereiro.

Chamado de “Leaving Neverland” (Deixando a Terra do Nunca, em tradução livre), a produção dirigida por Dan Reed mostra a história de dois meninos, então com a idade de 7 e 10 anos, que mantiveram relacionamentos duradouros com o Rei do Pop no auge de seu estrelato. Agora já na faixa dos 30 anos, os dois descrevem como teriam sido abusados sexualmente e como lidaram com isso depois de tantos anos.

Representantes da fortuna de Michael divulgaram um comunicado repudiando o documentário, o classificando como “outra produção esdrúxula que tenta de forma ultrajante e patética explorar e lucrar às custas de Michael Jackson”.

Embora não esteja claro qual dos acusadores contra o cantor estão no foco de “Leaving Neverland”, os dois irmão que acusaram Jackson de terem sido molestados e foram a júri em 2005 estão com 20 e poucos anos. Já o coreógrafo Wade Robson, de 36 anos, que entrou com um processo de abuso sexual contra a estrela em 2013, perdeu a ação.

Fãs de Michael usaram as redes sociais para criticar a produção, pouco depois da notícia. A hashtag #JusticeForMJ (Justiça para Michael Jackson) esteve entre os assuntos mais comentados do Twitter.