Johnny Depp alega que agressão em set de filmagem foi em legítima defesa

  • Por Jovem Pan
  • 22/08/2018 16h57
ReproduçãoEmbriagado, ator teria dado socos nas costelas de funcionário

Em maio deste ano, Johnny Depp causou confusão nas filmagens de seu novo longa-metragem, City of Lies, inicialmente intitulado LAbirynth. Na ocasião, segundo relato publicado pela Variety, o ator partiu para cima do gerente de locação do set, chamado Gregg Brooks, deu dois socos em suas costelas e, aos gritos, apostou US$ 100 mil para que ele retribuísse as agressões. O astro, no entanto, alega “legítima defesa”.

Os documentos referentes ao processo foram obtidos pelo The Wrap. No texto, o advogado de Depp não fala em nenhum momento sobre os socos, mas afirma que o “comportamento” do gerente o fez “temer por sua segurança”.

“Os atos reclamados pelo autor foram provocados pela postura ilegal e errada que o próprio autor intencionalmente e maliciosamente tomou, conduzindo suas atitudes de tal maneira que o réu passou a temer por sua segurança”, diz. A defesa de Depp pede um julgamento a seu favor e ainda solicita que todos os custos do processo, incluindo os honorários do advogado, sejam integralmente devolvidos a ele.

Em sua versão, o gerente diz que, a pedido de Depp, precisou expandir o tempo permitido para filmagens em um hotel em Los Angeles. Quando o prazo estava se acabando, ele informou o diretor, Brad Furman, que pediu para contar ao ator diretamente. Mas o astro, “cheirando a bebida alcoólica”, gritou “quem diabos você pensa que é? Você não tem direito de me dizer o que fazer” e deu início às agressões.