Kevin Hart se desculpa por tweets homofóbicos: ‘Isso é errado’

  • Por Jovem Pan
  • 08/01/2019 12h12
Reprodução/Facebook Kevin Hart perdeu o posto de apresentador do Oscar 2019 após publicações homofóbicas

Depois de Kevin Hart falar pela primeira vez sobre ter sido removido do posto de apresentador do Oscar 2019, no programa da Ellen DeGeneres, o ator resolveu pedir desculpas de novo à comunidade LGBTQ, agora durante o seu podcast “Straight From the Hart”.

“Mais uma vez, quero me desculpar pelas minhas declarações que machucaram membros da comunidade LGBTQ+”, disse. Durante o programa de rádio, Hart voltou para 2008 e explicou ponto a ponto o que o levou a escrever os tweets de conteúdo homofóbico. Segundo ele, era uma brincadeira de mau gosto entre ele e os amigos, mas quis deixar claro como as publicações começaram.

“Eu não tenho problema nenhum com as pessoas gays […] Eu quero que vocês sejam gays e felizes”, dizia o primeiro tweet. Mas, logo em seguida, o ator explicava que falaria para o filho :“Para de fazer isso, isso é gay!”, caso o pequeno começasse com “tendências homossexuais”.

Kevin explica que hoje em dia olha para essas publicações e pensa: “P**, isso é errado” e, desde então, começou a alertar os amigos para deletarem os comentários homofóbicos.

Ele ainda pediu que a comunidade LGBTQ+ aceite a evolução de quem errou no passado. “Se a luta da comunidade LGBTQ+ é por igualdade, tudo ótimo. Eu estou do lado de vocês. Mas nessa luta, tem que haver espaço para aceitar a mudança. Se vocês não aceitam a mudança das pessoas, onde está a igualdade?”, questionou.

Quando os tweets homofóbicos de Kevin vieram à público, a Academia anunciou a saída dele para o posto de apresentador do Oscar 2019. O convite só seria mantido se o ator se retratasse publicamente, o que não aconteceu de imediato.