‘Nasce Uma Estrela’: Bradley Cooper diz que ‘deveria ter checado’ acusações de assédio de produtor

  • Por Jovem Pan
  • 15/09/2018 14h36
ReproduçãoCena de 'Nasce Uma Estrela' do astro com Lady Gaga

Em uma entrevista à rádio NPR repercutida pelo The Hollywood Reporter, Bradley Cooper, ator e diretor de Nasce Uma Estrela, falou pela primeira vez sobre as acusações de assédio feitas por algumas mulheres contra Jon Peters, produtor do longa.

“Se eu soubesse de todas essas coisas, eu teria feito diferente. Eu queria fazer o filme e sabia que tinha que obter o consentimento dele senão não conseguiria. Mas eu deveria ter checado. Acho que é isso”, declarou.

Peter produziu a versão original do projeto, protagonizada por Barbra Streisand e Kris Kristofferson, em 1976. Por obrigação determinada em contrato, segundo informações da Warner, a distribuidora, ele não poderia ficar de fora de um remake.

“Existem diversos autores. Se você olhar os créditos do filme, verá, tipo, uns 10. E Peters está em uma das principais cláusulas do contrato. Tivemos que ter o consentimento dele para fazê-lo”, explicou Cooper novamente.

Como já mostramos por aqui internautas chegaram a criar um abaixo-assinado na internet para tentar boicotar o filme por conta da participação de Peters, apelidado de “Trump de Hollywood”. Nasce Uma Estrela tem estreia marcada para o dia 5 de outubro.