Rami Malek se recusou a interpretar vilão com motivação religiosa em ‘007’

  • Por Jovem Pan
  • 03/07/2019 18h18
EFERami Malek não queria que seu vilão em "Bond 25" tivesse motivações religiosas

Rami Malek será o vilão de “Bond 25“, o novo filme da franquia 007, mas impôs algumas condições para isso acontecer. Uma delas foi que o personagem não tivesse motivação religiosa.

Em entrevista ao jornal britânico The Mirror, ele confirmou o pedido. “Eu disse ‘não podemos identificá-lo com nenhum ato de terrorismo que reflita uma ideologia ou uma religião'”, contou. “Se é por isso que vocês me querem, não contem comigo”, continuou, lembrando de sua ascendência egípcia. O pedido foi atendido, e ele topou participar do filme.

Vencedor do Oscar por interpretar Freddie Mercury em “Bohemian Rhapsody“, Rami Malek nasceu nos Estados Unidos, mas se considera egípcio. “Cresci ouvindo música egípcia. Eu amava Omar Sharif. Esse é meu povo. Eu me sinto muito conectado à cultura e as pessoas que moram lá”, contou.

Além de Rami Malek, “Bond 25” terá Daniel Craig interpretando James Bond pela última vez, provavelmente. O filme tem previsão de estreia para abril do ano que vem.