Criadores de ‘Stranger Things’ são acusados de plágio; veja trailer de curta ‘original’

  • Por Jovem Pan
  • 18/04/2019 13h13
ReproduçãoIrmãos Duffer vão a julgamento em maio em ação movida por cineasta em 2018

Os Irmãos Duffer, criadores de “Stranger Things“, irão a julgamento em maio para responder as acusações de terem copiado o conceito da série.

O processo foi movido pelo cineasta Charlie Kessler, que em 2018 acionou a Justiça americana alegando que as ideias principais de “Stranger Things” foram tiradas pela dupla de seu curta “Montauk”, de 2011.

Segundo o “The Hollywood Reporter”, Matt e Ross Duffer solicitaram um julgamento sumário, que daria celeridade ao processo. Entretanto, o juiz negou o pedido e o julgamento tradicional, ouvindo todas as partes envolvidas, está marcado para começar no dia 6 de maio.

“Agora que o juiz negou a moção por julgamento sumário, podemos desconsiderar as bobagens promovidas pelos Duffer e pela Netflix de que esse processo não tinha mérito, e que eles tinham ‘provas’ de que criaram a série. Se o processo não tivesse mérito, ou se eles tivessem de fato a “prova” de que criaram, então seu julgamento sumário teria ganhado. Eles perderam”, afirmou Michael Kernan, advogado de Kessler.

Por meio de seu advogado, Charlie Kessler pede parte dos lucros obtidos pela criação de “Stranger Things”.

“Se os acusados lucraram US$ 1 milhão por escrever e produzir a série, que existe exclusivamente graças às ideias sugeridas pelo Sr. Kessler, o prejuízo causado a ele igual a um terço do dinheiro recebido, ou US$ 333.333,33”, informou Kernan.

Os irmãos Duffer negam as acusações afirmando que a ideia para a série da Netflix surgiu a partir de lendas urbanas e teorias da conspiração que ambos sempre interessaram. A partir disso, eles começaram a trabalhar na produção sobre o assunto em 2010, antes do lançamento do curte de Kessler.

Através de um representante, a Netflix manifestou apoio aos Duffer. “Os Irmãos Duffer têm nosso apoio completo. Esse caso não têm mérito, o que esperamos que seja confirmado após uma averiguação dos fatos na corte.”

Assista abaixo ao trailer de “Montauk”, curta Michael Kernan: