Weinstein admite que ofereceu papéis em Hollywood em troca de sexo, diz revista

  • Por Jovem Pan
  • 13/07/2018 17h06
EFE/ JASON SZENESEx-produtor de Hollywood negou ter cometido estupros em entrevista

Semanas depois de se declarar inocente da 3ª acusação de crime sexual, Harvey Weinstein deu entrevista pela primeira vez desde o início do escândalo em 2017. À publicação britânica “The Spectator”, o ex-produtor de Hollywood admitiu ter oferecido papéis em troca de sexo, mas negou estupros.

“Sim, eu ofereci a elas papéis em filmes em troca de sexo, mas era assim que era e ainda é com todo mundo. Mas eu nunca me forcei para cima de nenhuma mulher”, disse Weinstein.

“Eu nasci pobre, feio, judeu e tive que lutar minha vida inteira para chegar a algum lugar […] nenhuma garota olhava para mim até eu virar grande em Hollywood”, continuou.

Logo que a entrevista foi publicada, o advogado de Weinstein negou que o ex-produtor tenha feito a declaração. “Eu estava presente na conversa. Não foi uma entrevista. Foi um encontro social entre dois amigos. Eles não discutiram o caso e eu não permitiria isso. Falamos da velha Hollywood e o contraste com a cultura europeia. O sr. Weinstein nunca disse nada sobre trocar papéis sobre sexo”.

Em comunicado à Variety, o repórter Taki Theodoracopulos pareceu admitir erro na publicação. “Depois de 41 anos sem uma só retratação na ‘Spectator’, eu acredito que representei mal a conversa que tive com Harvey Weinstein. Foi um erro. Espero não ter prejudicado seu caso”.

Harvey Weinstein se declarou inocente em todas as três denúncias de crime sexual que recebeu na justiça. Ele está em liberdade depois de pagar fiança, mas as investigações continuam e ele pode ser condenado à prisão perpétua. Mais de 70 mulheres acusaram o ex-produtor de assédio sexual, estupro e conduta inapropriada.