Em final com lances polêmicos e emoção, França faz 4 gols na Croácia e é bicampeã do mundo

  • Por Jovem Pan
  • 15/07/2018 13h53
EFEGriezmann fez gol em cobrança de pênalti na final

A Copa do Mundo de 2018 foi cheia de emoções, então a grande final não poderia ser diferente. França e Croácia fizeram um jogo repleto de gols, lances inesquecíveis e até polêmicas com a arbitragem. No final os favoritos venceram: os franceses venceram por 4 a 2, graças a gols de Mandzukic (contra), Griezmann, Paul Pogba e Kylian Mbappé. Já Perisic e Mandzukic diminuíram para os croatas, que tiveram mais uma atuação valente na Copa e tentaram pressionar até os últimos minutos.

Este é o segundo título mundial da França, que já tinha vencido também em 1998, quando sediou o torneio e venceu o Brasil na final. O país tem se consolidado como uma das maiores potências recentes do esporte, afinal também disputou chegou na decisão em 2006 e só perdeu para Itália nos pênaltis.

O 1º tempo começou de forma lenta. A Croácia teve mais posse de bola durante 15 minutos, mas não conseguiu superar uma França bastante recuada.

Mas esse ritmo mudou quando, aos 17min, o juiz marcou uma falta inexistente em Griezmann. Ele cruzou para área, a bola desviou em Mandzukic e entrou no gol.

Como já tinha acontecido em outros momentos desta Copa, a Croácia não ficou abalada e partiu para cima até conseguir o empate. Após cruzamento para área e 3 desvios, a bola sobrou para Perisic, que chutou forte. A bola ainda desviou em Varane e entrou.

Então a partida ficou aberta, com os 2 times partindo para o ataque, mas outro lance polêmico aconteceu. Após cruzamento para área, a bola tocou na mão de Perisic. O juiz não viu isso imediatamente, mas foi alertada pelo árbitro de vídeo. Depois de ver o lance no sistema de vídeo arbitragem (VAR), ele marcou pênalti. Griezmann cobrou com sucesso e colocou a França na frente aos 37min.

Dessa vez a Croácia não reagiu tão bem e foi para o intervalo sem criar mais perigo. Só melhorou depois do intervalo, quando Rebic conseguiu acertar um chute cruzado muito perigoso aos 2min, mas Lloris fez ótima defesa.

A França passou a ter mais espaço para atacar e, com a velocidade que lhe é tradicional, criou perigo facilmente. Aos 6min, Mbappé chegou a ficar frente a frente com o goleiro, mas Subasic defendeu a finalização.

E o terceiro gol francês aos 13min. Mbappé começou a jogada na ponta direita e tocou para Griezmann, que rolou para trás. Pogba chegou, chutou em cima de um adversário, mas ficou com a sobra e dessa vez mandou a bola no gol com precisão.

Depois disso, a Croácia ficou perdida em campo, enquanto a França se encheu de confiança. E assim saiu o quarto gol, aos 19min, pois Mbappé recebeu a bola fora da área, teve espaço para preparar o chute e mandou a bola com força, rasteira, para o fundo do gol.

A Croácia não desistiu, tanto que conseguiu mais um gol na insistência. Mandzukic apertou a saída de bola de Lloris, que tentou um drible, mas jogou a bola em cima do pé do atacante, decretando o segundo gol croata.

O lance assustou a França, que resolveu se fechar mais para garantir o resultado. O time se fechou com duas linhas de 4 e até permitiu que a Croácia ficasse com a posse de bola, mas marcou bem e não tomou sustos. Com isso confirmou o título de campeã do mundo na Rússia.

Ouça as narrações dos gols:

Mandzukic (contra)

Perisic

Griezmann

Pogba

Mbappé

Mandzukic