Paulinho revela que Tite pediu para ele ser mais defensivo e avisa que estreia será “muito difícil”

  • Por Jovem Pan
  • 13/06/2018 13h23
EFE/EPA/RONALD WITTEKPaulinho deve recuar mais para dar liberdade a Philippe Coutinho

Durante a classificação do Brasil para a Copa do Mundo de 2018, muitas vezes Paulinho foi a maior arma ofensiva do time. Porém, nesta quarta-feira (13), ele revelou que já recebeu ordens para jogar de forma mais defensiva na Rússia. Além disso, o volante previu que o confronto contra a Suíça, neste domingo (17), às 15h (de Brasília), será “muito difícil”.

Segundo Paulinho, a orientação de Tite aconteceu por causa de uma mudança na escalação do Brasil: Coutinho, que antes jogava aberto pela ponta direita, foi escalado no meio-campo, na vaga que já foi de Renato Augusto e Fernandinho. Isso faz com que Paulinho tenha que recuar para dar mais liberdade a Coutinho.

“Eu já trabalhei com o professor Tite e algumas vezes ele pedia que eu baixasse um pouquinho, fosse mais organizador e deixasse outro com mais liberdade no Corinthians. E aqui na Seleção foi o que aconteceu, ele me pediu para organizar mais e liberar mais o Coutinho, que tem uma qualidade impressionante”, explicou Paulinho.

Apesar de o técnico ter dado indícios de que manterá esta escalação, com Paulinho e Coutinho no meio, o volante afirmou que ainda não há nada decidido. É cogitada a hipótese de Fernandinho entrar no lugar de Coutinho ou Willian, que tem atuado bem na ponta direita.

Sobre a Suíça, Paulinho disse que espera um jogo complicado por causa da boa marcação adversária: “tive a experiência de jogar contra a Suíça uma vez e imagino que eles venham jogar dessa forma: com linha baixa e marcação bem forte. O torcedor pode não imaginar que seja um grande clássico, mas nós sabemos que vai ser um jogo muito difícil. A competitividade é muito grande, temos que focar nisso, colocar isso na cabeça, que vai ser difícil. O torcedor brasileiro sabe que vai ser difícil e dentro de campo vamos fazer nosso melhor, em busca do nosso maior objetivo”.

Questionado sobre quais seleções, além do Brasil, são favoritas para o título da Copa do Mundo, Paulinho listou 5: “temos seleções com grandíssimos jogadores de alto nível. Eu colocaria Alemanha, França, Bélgica, Espanha e a Argentina. Tenho certeza que será uma Copa do Mundo bem disputada. Acredito que essas sejam favoritas, logicamente junto com a Seleção Brasileira”.

Jogador do Barcelona, Paulinho até foi perguntado sobre a recente polêmica na seleção espanhola, que resultou na demissão do técnico Julen Lopetegui, mas ele hesitou: “prefiro não me meter na saída do treinador, acho que houve muitas coisas, falaram muitas coisas, mas eu prefiro não me meter, porque temos que ficar focados na Seleção Brasileira. A Espanha é uma das favoritas, com certeza, tem jogadores de alto nível”.

Confira a cobertura completa da Copa do Mundo 2018