Presidente da Fifa diz que Copa organizada pela Rússia vai ser “a melhor da história”

  • Por EFE
  • 13/06/2018 08h51
EFEInfantino mostrou confiança um dia antes da Copa de 2018

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, garantiu nesta quarta-feira que a Copa do Mundo que começará nesta quinta-feira (14) será “a melhor da história” e destacou que a federação que comanda o futebol se renovou com a sua chegada.

“A Rússia nunca conquistou uma Copa do Mundo, mas a partir de amanhã o futebol vai conquistar a Rússia. Estou convencido de que vai ser o melhor Mundial da história”, afirmou o dirigente suíço durante o seu discurso na abertura do 68º Congresso-Geral da Fifa, em Moscou.

Infantino falou sobre as mudanças na entidade durante o seu comando, que começou há dois anos, e as reformas introduzidas desde a saída de seu antecessor, Joseph Blatter, que renunciou em junho de 2015, depois que estourou um escândalo de corrupção na federação.

“Em 26 de fevereiro (2016), a Fifa era uma organização que, do ponto de vista clínico, estava morta. Hoje é uma organização viva, que recuperou a esperança e tem uma visão de futuro. As reformas para uma boa governança foram decisivas para transformá-la em uma federação tão próspera”, destacou o mandatário.

Entre as evoluções apontadas por Infantino, estão a limitação de três dos mandatos presidenciais de quatro anos, a incorporação de membros independentes nas comissões, “com personalidades de integridade inquestionáveis”, e a nova estrutura com departamentos independentes.

“Introduzimos transparência total nos fluxos financeiros. Todos sabem de onde vem cada franco-suíço, cada euro e cada dólar e aonde vai parar. Temos também um sistema sólido e transparente para escolher a sede da Copa do Mundo”, comentou Infantino, contrapondo a votação de hoje para definição do organizador da edição 2026 com as escolhas polêmicas e obscuras de 2018 e 2022, Mundial que acontecerá no Catar.

“Estou muito orgulhoso de ter feito da Fifa uma organização democrática”, finalizou o dirigente.