Van Basten é mais um a criticar Neymar: “simulação em geral não é bom”

  • Por EFE
  • 12/07/2018 10h31
EFEVan Basten faz parte de grupo de estudos da Fifa na Copa

Estrela da seleção holandesa no fim dos anos 80 e começo dos 90, o ex-atacante Marco Van Basten, hoje diretor-geral para o desenvolvimento técnico da Fifa, engrossou o coro dos críticos às quedas e simulações do atacante Neymar.

“Simulação em geral não é bom. É preciso fazer tudo que for possível para atuar com espírito esportivo. Isso não vai ajudá-lo, e Neymar deveria entender isso”, disse o ídolo holandês, que aprovou as piadas feitas com o jogador do Paris Saint-Germain na internet. “É sempre positivo ter um pouco de humor”, afirmou.

A três dias do fim da Copa do Mundo, com a decisão entre França e Croácia, Van Basten fez elogios à seleção dos Bálcãs e enalteceu a participação do meia Luka Modric na competição.

“A Croácia tem jogadores muito bons, que jogam por toda a Europa, mas o seu ponto forte é a luta até o último minuto. São muito fortes em nível mental. E têm Modric, que é um guia que a leva muito longe. Será uma final especial, decidida nos detalhes”, comentou.

Outro que se mostrou um apreciador do futebol da seleção croata é o ex-técnico sérvio Bora Milutinovic, que dirigiu cinco seleções em cinco Copas diferentes: México (1986), Costa Rica (1990), Estados Unidos (1994), Nigéria (1998) e China (2002).

“A Croácia tem jogadores muito bons, mas o mais importante é a sua mentalidade. Jogou três prorrogações. As pessoas pensavam que eles estavam cansados, mas graças a esse espírito obtiveram um resultado histórico”, enalteceu.