Além de Marta: quem são as jogadoras da Seleção Brasileira de Futebol

  • Por Jovem Pan
  • 09/06/2019 12h00
CBFSeleção Brasileira Feminina faz foto para a Copa do Mundo 2019

Marta é a eterna rainha do futebol brasileiro. Consagrada e dona de seis títulos de ‘Melhor do Mundo’, a atacante é a principal jogadora da Seleção Brasileira Feminina. Mesmo com todo o holofote e brilho, Marta mantém o sonho de ser campeã do mundo e conta com companheiras de primeira linha em busca da conquista inédita.

Além de Marta, conheça quem são as atletas que compõe o time da Seleção Brasileira de Futebol Feminino:

Gol

Aline Villares Reis

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Aline Reis (@alinereisfutbol) em

Idade: 3o anos (15 de abril de 1989)
Cidade/estado: Aguaí, São Paulo
Clube: UDG Tenerife (Espanha)

Campeã da Copa América 2018 e mestre em Ciência do Esporte e Exercício pela Universidade Central da Flórida, a goleira de apenas 1,63m não se deixa intimidar. Politizada e com voz potente, Aline Reis tem passagem pelo Guarani e Ferroviária, além de ter atuado como treinadora de goleiras na Liga Universitária, nos Estados Unidos. Na carreira internacional, passou pela Hungria, Finlândia e atualmente joga pelo UDG Tenerife, na Espanha. Aos 30 anos, Aline está em sua primeira Copa do Mundo.

Bárbara do Monte Barbosa

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por BárbaraGoleiraoficial⚽️ (@barbaragol1) em

Idade: 31 anos (4 de abril de 1988)
Cidade/estado: Recife, Pernambuco
Clube: Avaí/Kindermann (Brasil)

Em sua quarta Copa do Mundo, primeira como titular, Barbara esteve nas competições de 2007, 2011, 2015, e agora, em 2019. Com o número, ela se iguala à ex-arqueira Andréia Suntaque. Ao site da CBF, Bárbara afirmou que Suntaque “foi um espelho muito grande”.

Este ano, Bárbara ganhou uma homenagem nas paredes do Pernambuco Imortal, local que presta tributo aos grandes nomes do esporte do estado na Arena Pernambuco. Além de brilhar na Seleção, Bárbara estuda enfermagem na Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP).

Letícia Izidoro da Silva (Lelê)

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Letícia Izidoro (@leticiaizidoro94) em

Idade: 24 anos (13 de agosto de 1994)
Cidade/estado: Rio de Janeiro (Rio de Janeiro)
Clube: Corinthians (Brasil)

Carioca, foi revelada profissionalmente pelo Kindermann, de Santa Catarina, aos 16 anos. Atualmente joga no Corinthians e graças a duas defesas de pênaltis, consagrou o time como campeão da Libertadores de 2017. Aos 24 anos, disputa o segundo mundial com a camisa da seleção. Apesar da curta carreira, Lelê soma títulos nacionais e internacionais. 

Zaga

Monica Hickmann Alves

Idade: 32 anos (21 de abril de 1987)
Cidade/estado: Porto Alegre, Brasil
Clube: Corinthians (Brasil)

Monica foi a primeira jogadora brasileira a atuar pelo Orlando Pride, atual time da atacante Marta. Ela também foi a pioneira no Adelaide United da Austrália. Apaixonada por futebol desde criança, Monica contou com o apoio incondicional da mãe na trajetória em busca do seu espaço no esporte. Nas redes sociais, a zagueira virou sucesso após a divulgação de um vídeo onde ela toca e canta ‘Quando Você Passa (Turu Turu)’  de Sandy & Junior com outras colegas, na concentração para a Copa.

Kathellen Sousa Feitoza

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Kathellen Sousa Feitoza 🇧🇷 (@kathellensousa) em

Idade: 23 anos
Cidade/estado: São Vicente, São Paulo 
Clube: Bordeaux (França)

Pegou o gosto pelo futebol por causa da mãe, que também era jogadora. Em uma oportunidade para jogar pelo Monroe College, nos Estados Unidos, alçou a carreira da zagueira e depois de ganhar o campeonato com a Universidade da Califórnia, se transferiu do time de Lousville para o Bordeaux, na França.

Daiane Medeiros

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por ❤️⚽️💪🏾@obsplayers (@daianemedeiros_07) em

Idade: 21 anos (7 de setembro de 1997)
Cidade/estado: Londrina, Paraná
Clube: Paris Saint-Germain (França)

Filha número 12 entre 22 outros irmãos, Daiane cresceu em uma casa de apenas três quartos para uma família que é quase um time de futebol. Na infância simples em Uberlândia, Minas Gerais, jogava bola com os irmãos e amigos na própria rua.

Quando começou na escolinha do Flamengo, queria ser atacante. Mas a “gigante” de 1,79m encontrou seu lugar na defesa e se destacou.

Daiane afirma que sentia que um dia jogaria com Marta na Seleção. E não é que o sonho virou realidade? A zagueira substitui Érika após uma lesão, há poucos dias da estreia do Brasil.

Tayla Carolina Pereira dos Santos

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Tayla Carolina (@tayla.92) em

Idade: 27 anos (9 de maio de 1992)
Cidade/estado: Mongaguá, São Paulo
Clube: Benfica (Portugal)

Natural da Baixada Santista, Tayla começou sua carreira no Santos, jogou pelo time pela primeira vez em 2008 e 2009, no mesmo time campeão de Marta e Cristiane, que conquistou o bicampeonato da Copa do Brasil e a Copa Libertadores de 2009. Hoje defende o Benfica, de Portugal.

Aos 27 anos, participará da sua segunda Copa do Mundo. 

Laterais

Poliana Barbosa Medeiros

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Poliana Barbosa Medeiros (@poliana_13) em

Idade: 26 anos (10 de novembro de 1992)
Cidade/estado: Ituiutaba, Minas Gerais
Clube: São José (Brasil)

Poliana deixou sua cidade natal, Ituiutaba, aos 17 anos para seguir a carreira no futebol. Com uma coordenação motora acima da média desde a infância, além de brilhar no futebol a zagueira também sempre foi destaque em outros esportes como atletismo, handebol, vôlei, basquete e futsal. Campeã no Pan e na Copa América, Poliana havia ficado de fora da lista inicial de Vadão e foi chamada após o corte de Fabiana.

Letícia Santos de Oliveira

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Leticia Santos 🇧🇷 (@2leticiasantos) em

Idade: 24 anos (2 de dezembro de 1994)
Cidade/estado:  Atibaia, São Paulo
Clube: Sportclub Sand (Alemanha)

Com apenas 20 anos de idade, Letícia saiu do Brasil e foi jogar no Avaldsnes IL, na Noruega. Depois de dois anos, assinou com o clube alemão SC Sand. Disputando sua primeira Copa do Mundo na França, Letícia atuava na seleção de base e ganhou espaço na principal após a lesão de Fabi Simões.

Tamires Cássia Dias Gomes

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Tamires Cássia Dias de Britto (@tata_dias10) em

Idade: 31 anos
Cidade/estado: Caeté, Minas Gerais
Clube: Fortuna (Dinamarca)

Mineira, a jogadora começou no futsal. A carreira profissional teve início no Juventus da Mooca, onde conheceu o marido, também jogador. Tamires é a única mamãe na seleção; ela inclusive precisou parar a carreira duas vezes em virtude da maternidade, ficando pouco mais de três anos parada. Hoje joga pelo Fortuna Hjorring, da Dinamarca, e faz parte da seleção brasileira desde 2015

Camila Martins Pereira (Camilinha)

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Camilinha (@camilinha94mp) em

Idade: 26 anos (10 de outubro de 1994) 
Cidade/estado: São Bento do Sul, Santa Catarina 
Clube: Orlando Pride (EUA)

Camila começou no futsal aos 8 anos de idade, mas em 2012 resolveu migrar sua carreira para o futebol de campo. Em 2014 atuou na Copa do Mundo sub-20 e em 2016 esteve na Olimpíada do Rio. Hoje, atua ao lado de Marta no Orlando Pride. Em 2017, Camilinha concorreu entre homens e mulheres pelo título de melhor gol do ano na Concacaf (Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe).

Meio-campo

Miraildes Maciel Mota (Formiga)

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Seleção Feminina de Futebol (@selecaofemininadefutebol) em

Idade: 41 anos (03 de março de 1978) 
Cidade/estado: Salvador, Bahia
Clube: Paris Saint-Germain (França)

Com um currículo de causar inveja a qualquer ser humano, Formiga se torna a jogadora com mais participações em Copas, entre homens e mulheres. Aos 41 anos, ela totaliza sete competições. Miraildes também é a única no futebol feminino do mundo a atuar em todas as edições das Olimpíadas — o esporte feminino foi incluído nos Jogos de 1996, em Atlanta, nos Estados Unidos.

É tri-campeã da Pan-Americana e duas vezes vice das Olimpíadas. Teve passagens por clubes dos Estados Unidos e Suécia.

Andressa Cavalari (Andressinha)

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Andressinha ✨ (@andressinha95) em

Idade: 24 anos (1 de maio de 1995)
Cidade/estado: Roque Gonzales, Rio Grande do Sul
Clube: Portland (EUA)

Com a certeza do amor pelo futebol e a sorte de ter o apoio total da família nas suas escolhas, Andressinha sabia que seria alguém no esporte. A gaúcha, que começou a jogar pelo Pelotas, tem passagem por clubes como Kindermann (SC), Ferroviária (SP) e Iranduba (AM). Atualmente joga no Portland, nos Estados Unidos. Já disputou as edições do Mundial Sub-20 em 2012 e 2014, além de fazer parte da Seleção Brasileira Permanente de Futebol Feminino. A jogadora tem um histórico de dez anos com a seleção.

Thaísa de Moraes Rosa Moreno

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Thaisa Moreno (@thaisamoreno) em

Idade: 30 anos (17 de dezembro de 1988)
Cidade/estado: Xambrê, Paraná
Clube: Milan (Itália)

Nascida em uma cidadezinha no Paraná, Thaísa foi a primeira brasileira a vestir as cores do Milan — no time feminino fundado em 2018. A jogadora tem passagem por vários times brasileiros e foi campeã nacional com a Ferroviária em 2014. Campeã da Pan-Americana com a seleção em 2015, a jogadora já atuou em clubes da Suécia, Islândia e Estados Unidos.

Luana Bertolucci Paixão

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Luana Bertolucci (@luanabertolucci10) em

Idade: 27 anos (02 de maio de 1993) 
Cidade/estado: São Bernardo do Campo, São Paulo
Clube: KSPO Women Football Team (Coreia do Sul)

Também conhecida como Luaninha, a jogadora atua no clube sul-coreano KSPO Women Football Team e substitui Adriana na Seleção após a meia-atacante do Corinthians sofrer uma lesão no ligamento do joelho. Esta será sua primeira Copa do Mundo no time principal, tendo disputado o Mundial sub-17 em 2010 e o Mundial sub-20 em 2012.

Ataque

Ludmila da Silva

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Ludmila Silva (@ludmiladasilva09oficial) em

Idade: 24 anos (1 de dezembro de 1994)
Cidade/estado: Guarulhos, São Paulo
Clube: Atlético de Madri (Espanha)

Para alguns padrões, Ludmila começou tarde: aos 15 anos. Com futuro promissor, o primeiro time da paulistana foi o Juventus. Antes de estrelar o Atlético de Madri, a atacante passou por times como São José, São Caetano e Portuguesa. Está na seleção desde 2017 e esta é a primeira Copa do Mundo da atleta. Pinta como uma das PROMESSAS do time.

Débora Cristiane de Oliveira (Debinha)

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Debinha7 (@debinhaa7) em

Idade: 27 anos (20 de outubr0 de 1991) 
Cidade/estado: Brazópolis, Minas Gerais
Clube: North Carolina Courage (EUA)

A história de Débora no futebol começou como a da maioria: na rua jogando com os meninos. Conhecida como Debinha, a atacante da Seleção Brasileira, montou com as amigas na escola um time de futebol feminino e aí começa sua caminhada no esporte. Baixinha de 1,58m, Debinha é veloz e potente pelas laterais. Passou por times da Noruega, China e  EUA. Está em sua primeira Copa do Mundo, mas já foi campeã sul-americana com a seleção em 2018.

Bia Zaneratto

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Beatriz Zaneratto🇧🇷⚽️ (@biazaneratto) em

Idade: 25 anos (17 de dezembro de 1993) 
Cidade/estado: Araraquara, São Paulo
Clube: Hyundai Red Angels  (Coreia do Sul)

Um dos principais nomes do ataque do Brasil, Bia mostra ser engraçada e divertida em seu Instagram. A jogadora começou cedo, e aos 13 anos já era profissional no Ferroviária criando um time feminino, mas nunca se intimidou com o fato de jogar e competir só com meninos. Embarcou para a Coreia do Sul e virou sensação do futebol. Em 2016, fez bonito na Olimpíada do Rio. Voltando de lesão, Bia promete meter caixa pelo Brasil. 

Andressa Alves

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Andressa Alves (@andressaalves9oficial) em

Idade: 26 anos (10 de novembro de 1992) 
Cidade/estado: São Paulo, São Paulo
Clube: Barcelona (Espanha)

Em excelente momento na carreira, Andressa começou jogando com a cabeça de uma boneca. Primeira brasileira a ser contratada pelo Barcelona, a jogadora tem passagem pelo Juventus, Foz Cataratas, São José e Montpellier (França). Última convocada a se apresentar para a Copa do Mundo, Andressa também brilhou no Jogos Pan Americanos em 2015 e no Jogos Olímpicos do Rio em 2016.

Cristiane Rozeira

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Cristiane Rozeira (@crisrozeira) em

Idade: 34 anos (15 de maio de 1985) 
Cidade/estado: Osasco, São Paulo
Clube: São Paulo (Brasil)

Craque e maior artilheira da história do futebol nos Jogos Olímpicos entre homens e mulheres, Cristiane dispensa apresentações. Mas, aos 34 anos de idade, a atacante afirmou ao site da CBF que a Copa do Mundo na França “será a última”. Por isso, chega com sede de vitória: “Quero ser campeã do mundo! Tem um tempinho já. Ser campeã do mundo, campeã olímpica, tenho estes dois focos na minha carreira.”

Apesar da pose de heroína, Cristiane se descobriu mais humana do que nunca ao enfrentar uma depressão após a derrota nos Jogos Olímpicos do Rio, logo na sua chegada ao Paris Saint-Germain. “Perdemos a Olimpíada em casa, terminei um relacionamento longo, perdi minha avó. 2016 foi um ano para jogar na privada e dar a descarga”, afirmou em entrevista ao UOL.

Geyse da Silva Ferreira

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Geyse Ferreira (@geyse_ferreira) em

Idade: 21 anos (27 de março de 1998)
Cidade/estado:  Maragogi, Alagoas
Clube: Benfica (Portugal)

Com 21 anos de idade, Geyse é a caçula da Seleção. Alagoana como Marta, também é uma das promessas do time feminino para a Copa do Mundo na França. Ela já passou pelo Corinthians e hoje atua com destaque no Benfica, com 51 gols em 29 partidas pelo clube!

Raquel Fernandez

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Raquel Fernandez (@raquelfernandez07) em

Idade: 28 anos  (03 de março de 1991) 
Cidade/estado: Contagem, Minas Gerais
Clube: Huelva (Espanha)

Natural de Contagem, Minas Gerais, Raquel começou bem “moleca”, jogando futebol com os meninos nos campos de terra da cidade. Aos 15 anos, iniciou sua carreira no Atlético Mineiro e logo depois se mudou para São Paulo, com o apoio de sua mãe. “Ela sabia que era meu sonho”, afirmou a jogadora ao site da CBF. A atacante é uma das campeãs da Copa América do Equador, em 2014, que continua na Seleção. Esta será sua segunda Copa do Mundo.