Ex-campeão do UFC, Jon Jones admite: “eu era um viciado”

  • Por Jovem Pan
  • 19/04/2016 16h37
Jon Jones perdeu seu cinturão e está suspenso do UFC

O ex-campeão dos meio-pesados Jon Jones admitiu que “era viciado”, em entrevista ao “USA Today”. Segundo Jones, as pessoas podem ser viciadas mesmo sem perceber que são.

“Se você fuma quando acorda, antes de comer, antes dos treinos, antes de dormir, antes de ver um filme e antes de estudar, por exemplo, você é um viciado. Não é preciso usar “drogas pesadas” para se viciar”, disse o lutador.

“Se você está gastando um monte de dinheiro nisso e todos seus amigos são pessoas que usam também e você não necessariamente se envolve com pessoas que são completamente sóbrias, então, sim, você é um viciado. Eu acho que é por isso que pessoas têm esses problemas com maconha, porque eles não consideram maconha realmente uma droga”, completou Jones.

Mas de acordo com ex-campeão, “chutar” esse hábito não foi uma tarefa fácil, já que fumar maconha foi parte da vida dele desde o colegial e durante toda sua vida no MMA. Mas não percebia o mal que estava causando a ele e às pessoas próximas a ele. “Eu estava sentado lá, aproveitando a vida e pensando que eu era um “hippie”. Eu não sentia que estava “machucando” outras pessoas, não sentia que estava sendo uma má pessoa. E eu passei a gostar de ser assim, porque sentia que aquilo me preservava de toda a negatividade e dos males do mundo. Eu só saía da minha caverna pessoal para lutar”, contou.

Em maio de 2012, Jones foi detido após bater o seu carro em um poste sob o efeito de drogas. Em 2015, antes do UFC 182, o ex-campeão teve cocaína detectada no seu sangue, mas conseguiu lutar contra Daniel Cormier, quem ele venceu.

A entrevista do ex-campeão ocorre justamente antes do UFC 197, que será realizado no próximo dia 23 de abril, em Las Vegas, no qual Jon Jones vai enfrentar Ovince St. Preux. Já que o atual campeão, Daniel Cormier, se lesionou e não conseguiu se recuperar a tempo para a luta.