Catar vê Copa América como chance para obter experiência para Mundial em casa

  • Por Jovem Pan
  • 25/01/2019 12h31
Divulgação/Conmebol"Vamos preparar jogadores jovens para a Copa de 2022, no Catar", comentou o dirigente

O Catar disputará a Copa América pela primeira vez em 2019 e terá a dura missão de enfrentar Argentina, Colômbia e Paraguai na fase de grupos, mas, apesar das dificuldades, o diretor técnico Fahad Thani vê o torneio da Conmebol como chance de ganhar experiência para o Mundial que sua seleção disputará em casa em 2022.

“Queremos ganhar como experiência a paixão desse torneio, para preparar mentalmente os jogadores. Disputar três jogos em uma semana e viajar por diferentes cidades. É uma boa experiência contra equipes poderosas e técnicas. Vamos preparar jogadores jovens para a Copa de 2022, no Catar”, comentou o dirigente.

O Catar se notabilizou pelo aproveitamento de atletas naturalizados, entre eles alguns brasileiros, como o zagueiro Ceará, que no Brasil defendeu apenas o Uniclic-CE, o meia Rodrigo Tabata, ex-Santos, e o atacante Emerson Sheik, campeão mundial pelo Corinthians. Segundo Thani, a expectativa é cada vez usar jogadores nativos.

“Acreditamos que nossos estão sendo bem preparados com a academia Aspire (criada com o objetivo de revelar talentos nacionais), todos são nascidos no Catar e moram no Catar. Está sendo feito um desenvolvimento de jovens”, declarou.

*Com Agência EFE