CBF faz convênio para que jogadores e treinadores de Cuba venham para o Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 14/09/2018 09h00
Divulgação/CBFWalter Feldman disse que "frutos serão colhidos nos próximos quatro anos"

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) vai apoiar o desenvolvimento do futebol de Cuba. A entidade assinou um convênio em Havana para que futuramente técnicos e jogadores cubanos estejam no Brasil.

O acordo faz parte do programa “Forward”, da Fifa, que pretende criar vínculos entre federações. As atividades já começaram com um curso de formação de técnicos cubanos para categorias de base. O objetivo a longo prazo é que eles comecem a atuar no Brasil, segundo Jair Bertoni, diretor das federações filiadas à Fifa.

O secretário-geral da CBF, Walter Feldman, disse ver um futuro promissor para Cuba no futebol e também para Brasil, na transmissão de experiências e boas práticas.

“Esta é uma visão a longo prazo e os frutos serão colhidos nos próximos quatro anos. Queremos que este empenho de destinar recursos para uma colaboração como a que iniciamos em Cuba não fique só no desejo e na vontade”, afirmou o dirigente.

O Campeonato Cubano conta com 16 times, com todas as 15 províncias do país representadas, além de um clube do município especial Ilha da Juventude.

O futebol tem crescido em popularidade nos últimos anos em Cuba, onde o esporte favorito é o beisebol. No entanto, os pobres resultados da seleção nacional faz com que o país ocupe atualmente sua posição mais baixa no ranking mundial da Fifa desde 1993, após cair para o 180º lugar entre 211 seleções.

Com EFE