Com polêmica nos acréscimos, Real Madrid elimina Juventus e vai para semifinal

  • Por Jovem Pan
  • 11/04/2018 17h44
Real Madrid/DivulgaçãoReal e Juventus fizeram um jogo emocionante

O Real Madrid conseguiu se classificar para a final da Liga dos Campeões, mas apenas depois de muito sufoco e polêmica contra a Juventus. O time merengue tinha vencido o primeiro jogo por 3 a 0, mas a equipe de Turim chegou a fazer o mesmo placar na partida desta quarta-feira (11). Porém, faltando poucos segundos para o fim do jogo, o juiz marcou um pênalti polêmico, que resultou em gol do Real. O placar de 3 a 1 colocou o time de Cristiano Ronaldo na semifinal da competição.

A Juventus começou avassaladora e já fez um gol no primeiro minuto de jogo. Douglas Costa roubou a bola no meio-campo, tocou para Khedira, que cruzou para Mandzukic cabecear com sucesso.

O Real Madrid até reagiu bem, criou chances de gol e pressionou o time de Turim. Mas não conseguiu marcar e acabou sendo castigado. Lichtsteiner, que entrou em campo após uma improvável substituição aos 16min (De Sciglio saiu, mas não estava lesionado), cruzou na medida para Mandzukic marcar de cabeça novamente.

No 2º tempo o Real tentou partir para o ataque, mas novamente parou em erros de finalização e na boa atuação de Buffon. E aos 15min, em um lance despretensioso, o goleiro Navas soltou a bola nos pés de Matuidi, que só empurrou a bola para o gol.

Com 3 a 0 no placar, o Real reagiu de novo, teve domínio da posse de bola e criou chances perigosas. Mas faltando poucos segundos para o fim da partida, aconteceu a grande polêmica: o juiz marcou pênalti de Benatia em Lucas Vázquéz. Buffon reclamou demais com o árbitro e levou cartão vermelho. O goleiro Szczesny entrou para substituí-lo, mas não conseguiu defender a cobrança perfeita de Cristiano Ronaldo.

Liverpool, Roma, Bayern de Munique e Real Madrid se classificaram para a semifinal da Liga dos Campeões.