Clayson aponta Carille e empresário como responsáveis por boa fase no Corinthians

  • Por Jovem Pan
  • 02/04/2019 16h00
Rodrigo Coca/Agência CorinthiansNo domingo, Clayson marcou na vitória do Corinthians sobre o Santos, pelas semifinais do Paulistão

Depois de sofrer uma lesão no início da temporada e quase ser negociado com o Atlético-MG, Clayson deu a volta por cima e reconquistou seu espaço no Corinthians, tornando-se um dos destaques do time no Campeonato Paulista com gols, assistências e dribles.

E nesta terça-feira (2), na véspera do confronto contra o Ceará, válido pela terceira fase da Copa do Brasil, o atacante explicou o bom momento. Segundo o camisa 25, o técnico Fábio Carille e o empresário Edivaldo Ferraz, que o incentivou a seguir no Corinthians, são os responsáveis pela boa fase.

“Deixei para meu empresário cuidar disso (negociação com o Atlético-MG). Fiquei feliz em ficar, era desejo meu também. O Carille me deixou à vontade para eu fazer o que sei de melhor. Me passou muita confiança. Me deixou tranquilo para ir para cima dos adversários e graças a Deus estou conseguindo corresponder dentro de campo”, declarou.

Em relação ao duelo contra o Ceará, o qual o Corinthians conquistou uma boa vantagem na partida de ida, em Fortaleza – vitória por 3 a 1, Clayson disse que não quer ser poupado e revelou ter pedido para entrar em campo.

“A gente quer jogar, quer ajudar. Mas respeitamos a decisão do treinador. Ele, junto com a comissão, analisa a parte física e fisiológica dos atletas. Vamos aguardar para ver como a comissão vai preparar para o jogo de quarta. Se poupar, vão entrar jogadores de qualidade”, declarou o atacante alvinegro.

Ainda sobre o adversário da Copa do Brasil, Clayson destacou o retrospecto recente do Ceará, que acumula cinco jogos sem derrotas. “É uma equipe qualificada. A gente construiu uma vantagem, mas agora tem de se impor novamente. Vamos entrar focado”, concluiu.

Com informações de Agência Estado