Enfim! São Paulo derruba tabus e vence Corinthians no Morumbi 

  • Por Jovem Pan
  • 25/03/2018 17h57 - Atualizado em 26/03/2018 11h33
Luis Moura/Estadão ConteúdoNenê marcou, e o São Paulo venceu o Corinthians por 1 a 0, no Morumbi

O São Paulo não vencia o Corinthians em jogos eliminatórios desde 2002. E, em 2018, acumulava três derrotas em três clássicos. Os tabus incomodavam, mas, enfim, foram derrubados. Diante de mais de 40 mil torcedores no Morumbi, o time tricolor não teve uma atuação brilhante, mas foi pouco ameaçado e venceu um desfalcado Corinthians por 1 a 0, pela ida da semifinal do Campeonato Paulista. O único gol do jogo foi marcado por Nenê.

Com o resultado, o São Paulo fica a um empate de voltar a uma decisão estadual após 15 anos – a última foi em 2003. O Corinthians, por sua vez, precisa de uma vitória por dois gols de diferença para se classificar no tempo normal, ou de um triunfo simples para levar a disputa aos pênaltis. O jogo de volta está marcado para a próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), em Itaquera.  

Seis volantes em campo! 

Tanto Diego Aguirre quanto Fábio Carille surpreenderam e escalaram as suas equipes com três volantes. Pelo São Paulo, Jucilei, Petros e Liziero começaram jogando – Valdivia, machucado, sequer foi relacionado. Pelo Corinthians, Gabriel, Ralf e Maycon iniciaram entre os titulares – Clayson, com dores no joelho, ficou no banco, assim como Rodriguinho, substituído por Sheik após sentir a coxa direita no aquecimento. As escolhas refletiram na qualidade do jogo. 

gabriel, jucilei, corinthians, são paulo

Muita briga, pouca bola 

São Paulo e Corinthians fizeram um jogo de muita pegada, mas pouco futebol no Morumbi. Pouco inspiradas, as duas equipes trocaram faltas duras e, por muitas vezes, exageraram na intensidade. A bola, em diversas ocasiões, ficou em segundo plano. Apesar disso, o time tricolor foi superior e, diante de um desfalcado Corinthians, abriu o placar no fim do primeiro tempo. Mantuan falhou após ser pressionado por Tréllez, e Nenê aproveitou rebote de Cássio para estufar as redes. Na comemoração, o camisa 7 são-paulino encarou Fábio Carille e levou cartão amarelo – entenda o entrevero aqui.

Corinthians inoperante 

Sem sete titulares – além de Clayson e Rodriguinho, Fagner, Balbuena, Romero (convocados para as suas seleções), Renê Júnior e Jadson (machucados) não jogaram –, o Corinthians apresentou uma preocupante inoperância ofensiva no jogo deste domingo. A formação com Ralf, Gabriel e Maycon não funcionou, e o time alvinegro foi pouco criativo com a bola nos pés. Não à toa, Sidão quase não foi incomodado no clássico – no segundo tempo, Carille trocou Sheik e Júnior Dutra por Pedrinho e Lucca, mas a postura alvinegra não mudou.

sheik, militão, são paulo, corithians

Morato volta após quase um ano 

Fora desde abril do ano passado, o atacante Morato, de 25 anos, voltou aos gramados neste domingo. Recuperado de uma grave lesão no joelho direito, ele substituiu Nenê aos 35 minutos do segundo tempo e assustou Cássio com uma finalização de fora da área após desarmar Gabriel. Sua última partida havia sido contra o Cruzeiro, pela 4ª rodada da Copa do Brasil do ano passado. Na ocasião, o técnico são-paulino ainda era Rogério Ceni. 

morato, maycon, são paulo, corinthians

Maior público do Paulistão!

O Majestoso deste domingo contou com 42.830 torcedores no Morumbi – renda bruta de R$ 1.488.811,00. Foi o maior público do Campeonato Paulista até o momento – o recorde anterior pertencia a Corinthians 2 x 0 Palmeiras, em Itaquera, que teve 42.178 torcedores.

torcida, são paulo, morumbi