Especulado no Corinthians, Thiago Neves tem números piores que Jadson

  • Por Jovem Pan
  • 05/12/2018 11h16
Vinnicius Silva/CruzeiroThiago Neves comemora gol contra o Corinthians na final da Copa do Brasil

Thiago Neves, do Cruzeiro, tem sido especulado como possível contratação do Corinthians para o próximo ano. Seria um reforço de peso, por se tratar de um jogador com grandes títulos na carreira. Mas a última temporada de Thiago não foi tão brilhante. Os números mostram que ele teve desempenho pior que Jadson, principal meia corintiano, mesmo atuando em um time mais organizado.

Os dois disputaram praticamente o mesmo número de jogos no Campeonato Brasileiro. Jadson fez 25. Thiago participou de 24. Mas o corintiano fez mais gols (4 a 3) e deu mais assistências que o cruzeirense (5 a 0).

Números mais detalhados, divulgados pela Footstats, reforçam como Jadson teve um desempenho superior. Ele deu muito mais assistências para finalizações (52 a 27). E ainda acertou bem mais passes que Thiago (838 a 608). O corintiano ainda perdeu a posse de bola menos vezes (67 a 112).

Copa do Brasil

Jadson e Thiago Neves se enfrentaram na final da Copa do Brasil deste ano. O cruzeirense levou a melhor, pois fez gol decisivo no jogo de ida e terminou como campeão. Mas os números totais da competição mostram que o corintiano também teve um desempenho melhor no geral.

Mais uma vez eles disputaram praticamente o mesmo número de jogos. Jadson participou de 8, enquanto Thiago esteve em 7. E novamente o corintiano deu mais assistências para gol (2 a 0). No número de gols marcados eles ficaram empatados (2 a 2).

As estatísticas detalhadas apontam a vantagem de Jadson novamente, pois ele deu mais assistências para finalizações (11 a 9) e acertou mais passes (257 a 164).

Podem jogar juntos?

Essa comparação é útil se for necessário escolher entre um dos dois. Mas também é possível que eles joguem juntos no Corinthians. Só que não será fácil. São meias que possuem características semelhantes e estão com idade avançada (Jadson tem 35 e Thiago tem 33), portanto não podem voltar para marcar com frequência.

Porém, são atletas inteligentes e versáteis, que podem se adaptar a isso. Deve ser um dos grandes desafios para o novo técnico corintiano, que provavelmente será Fábio Carille.